Tamanho do texto

No “Programa do Porchat”, a modelo comentou o caso que comprometeu sua privacidade no ano passo e revelou que continua enviando nudes

Na última terça-feira (18), Fernanda Lacerda , a Medigata fez revelações sobre o vazamento de nudes, do qual foi vítima no ano passado, no " Programa do Porchat ", da Record. Na conversa, ela comentou a divulgação do vídeo íntimo  que quase acabou com sua carreira.

Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube


Fernanda Lacerda , a Mendigata , contou em entrevista ao comediante e apresentador Fábio Porchat que na época em que o vídeo íntimo vazou ela ficou bem nervosa com toda a situação. “Pior do que a pessoa que vazou esse conteúdo, são as pessoas que compartilham porque isso é crime”, disse a loira no palco. “Foram três vídeos que realmente eu tinha mandado pro meu ex-namorado, só que eu esqueci que aqueles vídeos estavam no meu celular. Nem a pessoa tinha mais o celular”, relatou.

Ainda no bate-papo, a musa confessou que mesmo depois de todo o acontecido, seu hábito de mandar nudes para o atual namorado continua. “Hoje em dia eu continuo mandando nudes pro meu namorado. Só que a gente tem que tomar cuidado. Vê e apaga, entendeu? Essa historinha de guardar no celular não dá certo”, riu.

Relembre o caso

Na época da exposição , Fernanda Lacerda teve o celular roubado e registrou a denúncia não só de roubo, mas também de crime contra a honra na 4ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Fraudes Patrimoniais Praticadas por Meios Eletrônicos. As providências legais foram tomadas pela modelo em julho de 2016, quando o roubo e o vazamento de sua intimidade aconteceram.

De acordo com a celebridade, o vídeo teria sido feito para seu ex-namorado, cujo nome a modelo preferiu não revelar. “O vídeo é meu, quem errou não fui eu, foram às pessoas que divulgaram que passaram adiante”, disse a loira na época.

Ioga

Ainda no palco do " Programa do Porchat ", a Mendigata revelou uma formação que até agora ninguém parecia saber que ela tinha. Além de modelo, Fernanda Lacerda também estudou ioga e, quando questionada por Porchat sobre o período de prática e imersão da filosofia, foi sincera em dizer que não tem mais o mesmo tempo para dedicar a esse tipo de exercício. “Faço mais ou menos porque agora eu não tenho muito tempo de praticar. Antes eu era super dedicada”, disse.