Tamanho do texto

Após tragédia de atentanto terrorista com homem-bomba em seu show, Ariana Grande poderá receber título de cidadã honorária de Manchester

A cantora norte-americana Ariana Grande poderá ser a primeira pessoa na história de Manchester, no Reino Unido, a receber o título de cidadã honorária após organizar um show beneficente para as vítimas do atentado terrorista ocorrido na Manchester Arena durante sua apresentação.

Leia também: Ariana Grande se pronuncia sobre explosão em Manchester: “não tenho palavras”

Após fazer show beneficente para vítimas de atentado em sua apresentação, Ariana Grande receberá honraria em Manchester
Divulgação
Após fazer show beneficente para vítimas de atentado em sua apresentação, Ariana Grande receberá honraria em Manchester

Honraria

De acordo com o Conselho Municipal da cidade, há uma necessidade de estabelecer um novo sistema de honrarias para reconhecer contribuições extraordinárias, assim como a realização do show beneficente "One Love Manchester" idealizado por Ariana Grande .

No último dia 4 de junho, Ariana realizou uma apresentação em prol das vítimas e familiares do ataque ocorrido no dia 22 de maio, quando um homem-bomba se explodiu na porta da Manchester Arena, ao fim do show da cantora norte-americana. O ataque foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado islâmico (EI) e deixou 22 mortos e dezenas feridas.

Leia também: Ariana Grande fará show beneficente em prol das vítimas de ataque terrorista

Em solidariedade ao atentado , Ariana conseguiu arrecadar cerca de 3 milhões de libras em um show para 50 mil pessoas. Grandes nomes da música se juntaram a ela como Justin Bieber, Katy Perry, Coldplay, Pharrell Williams, Miley Cyrus e Robbie Williams.

Leia também: Após atentado terrorista, Ariana Grande suspende turnê na Europa

Após o show beneficente, a cantora pop Ariana Grande também lançou um cover de "Over the rainbow" e relançou sua música "One last time" com rendimentos em prol das vítimas do atentado. Atualmente, a maior honraria que a cidade pode dar é o raro "Freedom of the City".

Entenda

No dia 22 de maio após a apresentação de Ariana Grande no Manchester Arena ocorreu um atentado terrorista com um homem bomba. 22 pessoas morreram com o ataque e mais de 100 ficaram feridas após o incidente. A apresentação fazia parte da turnê Danger Woman Tour que foi cancelada após a tragédia. Duas semanas depois do atentanto, no dia 4 de junho a cantora liderou o One Love Manchester, um evento beneficente para arrecadar fundos para as vítimas do ataque. 

Com informações de ANSA.

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico