Tamanho do texto

Ao lado da esposa Fátima, de 75 anos, o jornalista visitou a ONG Dog's Heaven, que cuida de cães abandonados, e adotou três sem raça definida

Parece que a voz não é a única característica marcante de Cid Moreira . No último final de semana, o jornalista e ex-apresentador do Jornal Nacional , provando que ser altruísta também está entre as suas qualidades, usou o tempo livre para visitar uma ONG que cuida de cãezinhos abandonados na região de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Cid Moreira, de 89 anos, em visita a ONG Dog's Heaven ao lado da esposa Fátima Sampaio, de 75
Reprodução/Facebook
Cid Moreira, de 89 anos, em visita a ONG Dog's Heaven ao lado da esposa Fátima Sampaio, de 75

Leia também: Famosos na geladeira: Cid Moreira segue contratado da Globo mesmo fora do ar

A vista de Cid Moreira foi feita ao lado da esposa, Fátima Sampaio , de 75 anos e foi registrada com um clique. A fim de mostrar que o casal é bem solidário, a foto foi publicada no Facebook e, de acordo com a ONG , os pombinhos adotaram três cães sem raça definida. “Neste sábado na Dog's Heaven tivemos a ilustre presença de Cid Moreira e de sua esposa Fátima! Após conhecerem nosso trabalho, adotaram não só 1, nem 2 e sim 3 peludinhos! Não é demais? 3 vira latinhas lindas!”, publicou o porta-voz da página online da ONG. “Um dos jornalistas mais respeitados do país também é exemplo. Através da adoção, fez um verdadeiro ato de amor aos animais. Muito obrigado Cid e Fátima, vocês são incríveis, sejam muito felizes com essas 3 novas menininhas de 4 patas!”, escreveu finalizando a postagem.



Leia também: Cid Moreira revela ter pesadelos com "Jornal Nacional" até hoje

Alcides Alves Moreira é o real nome de Cid Moreira: locutor, apresentador e renomado jornalista brasileiro
Claudio Augusto
Alcides Alves Moreira é o real nome de Cid Moreira: locutor, apresentador e renomado jornalista brasileiro

Cid Moreira

Alcides Alves Moreira é conhecido, desde o estopim de sua carreira, como Cid Moreira . O apresentador, locutor e jornalista brasileiro começou a atuar no cenário informativo e midiático do país em 1957. Seu currículo angaria trabalhos de peso, como ocupar a bancada do Jornal Nacional  por 27 anos, desde o dia da estreia do telejornal, em setembro de 1969. Outras passagens notáveis de Cid são o programa "Fantástico", além de outras que aconteceram no cinema, com o documentário "Brasil, Bom de Bola" e a narração do filme "2 Filhos de Francisco".