Tamanho do texto

A atriz italiana Monica Bellucci está no longa "On the Milky Road", de Emir Kusturica; ela também é madrinha do 70º Festival de Cinema de Cannes

A atriz italiana Monica Bellucci descobriu que "o amor não tem idade" e chega com uma esplêndida maturidade pessoal como "madrinha" da 70ª edição do Festival de Cinema de Cannes . No tradicional evento do cinema mundial, Bellucci está em cartaz com " On the Milky Road ", do renomado cineasta  Emir Kusturica .

Leia também: Dez revelações de Brad Pitt após o divórcio de Angelina Jolie

Monica Bellucci no set do filme
Divulgação
Monica Bellucci no set do filme "On The Milky Way", filme selecionado para o Festival de Cannes deste ano

"Na vida, o amor e o sexo estão mais ligados a energia do que o tempo que passa e 'On the Milky Road' conta a força da vida e o amor não tem idade", disse a atriz de 52 anos em entrevista à agência de notícias italiana ANSA . Segundo Monica Bellucci , o longa marca um ponto crucial de sua carreira, com "grande esforço" de três anos de trabalho em aldeias sérvias, mas também com "enorme satisfação" por ter aprendido a falar um novo idioma com essas populações.

Bellucci é, sem dúvidas, a atriz italiana mais internacional da atualidade e se considera uma cidadã do mundo, com uma casa em Paris, outra em Lisboa - além da Itália, para onde foi após uma viagem pela China e antes de partir para Cannes. Apesar de toda essa bagagem, a artista ainda se deslumbra com o trabalho com o cineasta Emir Kusturica. "Trabalhar com Emir mudou a minha vida. Encontrei ele com uma valentia que jamais tive, me senti presa a sua energia, em uma quase obsessão. É uma pessoa que te inspira", diz.

Novo filme

A história do filme também ajuda, já que se trata de uma quase fábula com um ritmo balcânico "endiabrado" de Kusturica, uma amor louco durante o período de guerra e com seus dois já não tão jovens protagonistas que vivem diversas aventuras juntos. "Tenho muito respeito por esse filme porque o cinema mostra pouco a sensualidade e o amor depois de certa idade, como se essas emoções já não fossem mais adequadas para as pessoas à medida que elas envelhecem. Isso é muito triste", acrescenta a atriz italiana.

Leia também: Kim Kardashian sofre de doença incurável no bumbum

"No fim, em sua essência de fábula, esse é um filme de esperança que conta bem como é o amor", diz ainda. O protagonista e par de Bellucci no longa é o próprio Kusturica. Ele interpreta um homem que todos os dias transporta leite no lombo de um burro, atravessando áreas de conflito e se esquivando de tiros para levar mercadorias aos soldados. Tudo isso enquanto uma jovem namorada o espera.

Sua vida se cruzará com uma misteriosa italiana, que tem um oficial a serviço da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) querendo seu amor, mas ela o rejeita. Nesse cenário, os dois protagonistas se encontram e se apaixonam imediatamente. "A inspiração é tão possível como verdadeira, transformada em uma fábula, como para a protagonista do filme onde sua beleza se torna um grande risco", diz Kusturica.

Leia também: Estella Warren, atriz de "Planeta dos Macacos", é presa por agredir o namorado

Já quando questionada sobre o Festival de Cannes, Monica Bellucci afirmou que aceitou apresentar as duas principais cerimônias do evento "porque o festival marcou minha carreira pessoal e sem ele minha carreira não teria sido a mesma". A atriz tem uma longa história com o evento, tendo aparecido pela primeira vez em Cannes em 2000.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.