Tamanho do texto

Pode ser peruca, dentadura ou até mesmo o ganho de alguns quilinhos: no mundo da atuação, o visual dos personagens é sempre uma novidade

Quem adora um filme, uma novela ou qualquer produto televisivo que tenha uma narrativa, sabe que, no mundo da atuação, é exigido dos atores muita disposição e entrega para a interpretação de cada papel que é dado – mesmo quando isso é sinônimo de mudanças (às vezes drásticas) no visual. Nesse sentido, confira a lista que o iG fez com  atrizes e atores que enfeiaram para entrar em cena!

Leia também: Mulher de Wesley Safadão exibe pernas torneadas em evento

Viviane Pasmanter, “Novo Mundo” (2017)

Viviane Pasmater é Germana em
Globo/Raquel Cunha
Viviane Pasmater é Germana em "Novo Mundo"


A autoritária Germana, interpretada por Viviane Pasmanter em “Novo Mundo” fez com que a intérprete estivesse entre as atrizes que enfeiaram no mundo da atuação. Viviane, para dar vida a personagem, usa uma máscara para deixar a aparência das sobrancelhas bagunçada e usa dentadura com aspecto de dentes estragados.

Marco Nanini, “Eta Mundo Bom!” (2016)

Marco Nanini vive Pancrácio em
Globo/Estevam Avellar
Marco Nanini vive Pancrácio em "Eta Mundo Bom"


Pancrácio, vivido por Marco Nanini na novela "Eta Mundo Bom" de Walcyr Carrasco e Maria Elisa Berredo, é outro personagem que fez com que o intérprete tivesse que mudar completamente o visual. O ator, na novela, teve que usar barba e cabelos compridos e roupa suja para se passar por um mendigo na trama.

Zezé Polessa, “Liberdade, liberdade”, (2016)

Zezé Polessa viveu Ascenção em
Globo / João Cotta
Zezé Polessa viveu Ascenção em "Liberdade, Liberdade"


Para viver a personagem que todos enxergam como bruxa no enredo da novela de Mário Teixeira, Zezé Polessa usou cabelos grisalhos com aspecto seco e compridos para dar o real teor que Ascensão Tereza de Lajedo precisava para ser assustadora o suficiente em “Liberdade, liberdade”, além de usar manchas na pele, uma prótese de dentes amarelados e ter sujeiras entre as unhas. 

Grazi Massafera, “Verdades Secretas”, (2015)

Grazi Massafera foi indicada ao Emmy Internacional por seu papel em
Reprodução/Globo
Grazi Massafera foi indicada ao Emmy Internacional por seu papel em "Verdades Secretas"


Compondo a lista de atuações inesquecíveis da atriz Grazi Massafera, a modelo viciada em crack Larissa, de “Verdades Secretas”, também marcou no que diz respeito a mudanças estéticas da intérprete. Bem mais magra, com cabelos desgrenhados e dentes completamente sujos, a ex-BBB deu vida à dependente química na polêmica história de Walcyr Carrasco.

Deborah Secco, “Boa Sorte” (2014)

Judite foi vivida por Deborah Secco em
Divulgação/Adoro Cinema
Judite foi vivida por Deborah Secco em "Boa Sorte"


Emagrecer tanto para viver a vida de Judite, portadora do vírus HIV no longa-metragem “Boa Sorte”, de Carolina Jabor, não só modificou negativamente a aparência de Deborah Secco (que ficou extremamente magra), mas também sua rotina: a atriz, depois das gravações como Judite, ficou bem mexida emocionalmente.

Vera Holtz, “Saramandaia”, (2013)

No remake de
Divulgação/TV Globo
No remake de "Saramandaia" como Dona Redonda


Quatro horas era o tempo preciso para levar a personagem Dona Redonda, de “Saramandaia”, para a frente das câmeras. Vera não precisou engordar (ainda bem!) para interpretar o papel, mas revelou que foi difícil lidar com as próteses que ficavam embaixo de sua roupa durante as gravações da novela.

José de Abreu, “Avenida Brasil”, (2012)

Nilo foi interpretado por José de Abreu em
Divulgação/TV Globo
Nilo foi interpretado por José de Abreu em "Avenida Brasil"


Uma das novelas mais inesquecíveis da Rede Globo, "Avenida Brasil", também teve um ator que mudou totalmente a própria aparência. José de Abreu, ao dar vida ao personagem Nilo, ficava com aparência suja, com barba e cabelo sem cortes para dar o ar “repulsivo” que o papel da trama exigia.

Cristiana Oliveira, “Insensato Coração” (2011)

Cristiana Oiveira interpretou Araci em
TV Globo / João Miguel Júnior
Cristiana Oiveira interpretou Araci em "Insensato Coração"


Para Cristiana Oliveira, emprestar o corpo para o papel de Araci Laranjeira, mulher lésbica da novela “Insensato Coração”, foi quase que um sacrifício. Para interpretar a personagem, a atriz teve que engordar 15 quilos e usar os cabelos presos por tranças - e deixar a vaidade de lado, para ela, foi um pouco complicado.

Giselle Itié, “Bela, a Feia” (2010)

Giselle Itié como Bela na novela
Reprodução
Giselle Itié como Bela na novela "Bela, a feia"


Numa das novelas transmitidas pela Rede Record, Giselle Itié também se transformou no exato oposto do que é (uma tremenda gata). Ao viver Anabela, na novela “Bela, a Feia”, a atriz teve que usar aparelho, óculos fundo de garrafa e uma peruca que fez com que a aparência dela ficasse totalmente diferente - e feia.

Joaquim Lopes, “Amigas e Rivais” (2007)

Joaquim Lopes em
Reprodução/Twitter
Joaquim Lopes em "Amigas e Rivais", do SBT


O personagem Feio (o próprio nome já diz), na novela “Amigas e Rivais”, do SBT, foi outro que escondeu o galã que é o ator Joaquim Lopes. Na trama, o ator também fez o tipo nerdão, usou óculos e até uma maquiagem que tinham acnes feitas para enfeiar mais ainda o intéprete.

Leia também: Após mostrar ânus ao vivo, modelo Ju Isen processa RedeTV!

Amanda Bynes,“Ela é o cara” (2006)

Amanda Bynes no filme 'Ele é o cara!'. Sua personagem é obcecada por futebol, ela se passa por um homem para fazer parte de um time masculino.
Getty Images / Divulgação
Amanda Bynes no filme 'Ele é o cara!'. Sua personagem é obcecada por futebol, ela se passa por um homem para fazer parte de um time masculino.


Em “Ela é o cara”, Amanda Bynes se transformou na frente das próprias câmeras. Tendo que se passar por um rapaz na história do filme, a personagem Viola teve abdicar da própria beleza (e que beleza!) para usar peruca “Joãozinho” e até costeleta para fingir que era o próprio irmão.

Marlon Wayans e Shawn Wayans, “As Branquelas” (2004)

Em
Divulgação/Adoro Cinema
Em "As Branquelas" os irmãos da vida real passaram por duas irmãs gêmeas na trama do filme


Nesse clássico da comédia, os irmãos Marlon Wayans e Shawn Wayans mudaram de cor de olhos, cabelo e até de pele para se passarem pelas irmãs Wilson, patricinhas e lindas da trama. No entanto, o que era para ficar bem parecido, acabou ficando bem distante da beleza das meninas. A produção, inclusive, envolveu muita tinta e próteses para mudar o visual dos atores.

Martin Lawrence, “Vovó... Zona” (2000)

Martin Lawrence teve de usar próteses por debaixo da roupa para encenar em
Divulgação/Adoro Cinema
Martin Lawrence teve de usar próteses por debaixo da roupa para encenar em "Vovó... Zona"


Entrando para o time dos clássicos da comédia, Martin Lawrence em “Vovó... Zona”, não passou por muitas mudanças drásticas no que diz respeito ao físico, mas foi bem maquiado e teve de aprender a contracenar com muitas próteses sob a roupa para fingir ser uma vovó obesa – que não ficou nada bonita.

Rachael Leigh Cook, “Ela é Demais” (1999)

Rachael Leigh Cook interpretou Laney Boggs em
Divulgação/Adoro Cinema
Rachael Leigh Cook interpretou Laney Boggs em "Ela é demais"


Laney Boggs, em “Ela é demais” está entre os nomes da lista dos patinhos feios que viram cisnes depois. Óculos, um avental todo sujo de tinta e uma peruca bem comprida esconderam a beleza da atriz Rachael Leigh Cook, que só é revelada depois de um bom tempo de filme.

Leia também: Luan Santana participa de videoclipe da cantora Ana Vilela, sucesso na web

Demi Moore, “Até o Limite da Honra" (1997)

Demi Moore raspou a cabeça para fazer o filme
Divulgação/Adoro Cinema
Demi Moore raspou a cabeça para fazer o filme "Até o Limite da Honra"


A personagem Jordan O'Neill, de “Até o Limite da Honra", também fez com que Demi Moore estivesse entre as atrizes que alteraram o visual para viver papéis. A atriz, que era vista como sexy symbol um ano antes, ficou com o título vulnerável por ter que ficar careca para entrar em cena no filme de Ridley Scott.