Tamanho do texto

O vestido que a cantora utilizou no tapete vermelho fez muitas pessoas questionarem se Demi havia utilizado lingerie por debaixo da roupa

No último domingo (12), Los Angeles recebeu no seu tradicional tapete vermelho os grandes nomes da música para mais uma edição do Grammy Awards . Entretanto, uma artista em particular chamou atenção: Demi Lovato. Indicada pela primeira vez ao Grammy na categoria de Melhor Álbum de Pop do ano por “Confidence”, a cantora investiu em um vestido longo decotado e repleto de detalhes que deixavam o corpo um pouco mais a mostra.

Demi Lovato no Grammy Awards no último domingo (12)
Reprodução/Twitter
Demi Lovato no Grammy Awards no último domingo (12)


Leia mais: Veja os principais vencedores do Grammy 2017

Entretanto, o que muitos questionaram é se a diva Demi Lovato , em sua noite de estreia no Grammy estaria utilizando lingerie por debaixo da peça do estilista Julien MacDonald. Com o vestido colado ao corpo, muito do seu corpo ficava visível, o que não revelou o uso dessas peças íntimas. Apesar da polêmica, a cantora de apenas 24 anos foi elogiada por mostrar o seu lado sensual com o elegante vestido.

Leia mais: As 10 melhores performances da história do Grammy

Confira as reações:


Leia mais: Adele vence Beyoncé e continua seu reinado no Grammy

Um novo relacionamento

Muitas expectativas giraram em torno se a cantora levaria o seu atual namorado, o brasileiro Guilherme “Bomba” Vasconcelos. Os pombinhos assumiram recentemente o relacionamento, levando os fãs brasileiros da cantora à loucura. Entretanto, Demi não levou o namorado ao Grammy, onde também fez uma apresentação em homenagem à banda Bee Gees. O lutador, entretanto, não deixou de acompanhar a morena pela televisão e até chegou a compartilhar o orgulho que sentiu da amada em suas redes sociais.

😍😍😍😍 #goals #bomba #demi #demilovato #lovatics #bestfanarmy #diva #sexy #adorable

A photo posted by Hazel (@lovato_qoutes) on





Leia mais: As 10 maiores injustiças que o Grammy já cometeu

Grammys 2017

A 59ª edição do Grammy Awards, a maior premiação da indústria da música, aconteceu no Staples Center e consagrou diversos artistas pelos seus trabalhos no último ano. Além de ter sido palco para a polêmica de Demi Lovato, a premiação consagrou a cantora britânica Adele com cinco prêmios, entre eles, três das principais categorias, melhor música, melhor gravação, com Hello , e melhor álbum do ano, com “25”, prêmio que dedicou à Beyoncé pelo seu trabalho em “Lemonade”, que realizou uma performance marcante durante a cerimônia. Além disso, alguns cantores receberam homenagens póstumas como David Bowie levando os prêmios de melhor performance de rock e melhor canção de rock por "Blackstar".