Tamanho do texto

Viúva do diretor, Antônia Fontenelle relembra momentos difíceis e diz que recusou oportunidades na Globo. "Fazer novela na Record não adianta"

Antônia Fontenelle abriu seu coração em entrevista a Daniela Albuquerque no programa "Sensacional", que vai ao ar às 16h30 deste domingo (5), na RedeTV!. A atriz relembra seus últimos momentos com Marcos Paulo, afirma ter negado oportunidades que o diretor lhe ofereceu na Globo e que se arrepende de ter ido fazer novela na Record.

Leia mais: Antônia Fontenelle chora ao falar de relação com Giulia Costa: "É terrível"

Antônia Fontenelle abre o coração para Daniela Albuquerque
Divulgação/RedeTV!
Antônia Fontenelle abre o coração para Daniela Albuquerque


Ela fala sobre a fase final do câncer que vitimou o marido, morto por embolia pulmonar em 2012. "Os rumores nos corredores do Projac eram:  'agora ela larga dele'. E aí todo mundo se surpreendeu, porque eu fiquei como um cão de guarda, não saí de perto. O que as pessoas não sabem é que eu faria isso por um namorado, por um amigo, por um filho, fiz pelo meu marido. Estar ao lado de alguém com câncer é terrível, você fica doente junto, é uma sensação de impotência. Não desejo isso para ninguém", desabafa Antônia Fontenelle. "Foi preciso ele morrer para as pessoas me conhecerem, porque antes eu era vista como a oportunista".

Leia mais: Antônia Fontenelle arma barraco com seguidora por causa do marido: "Se mata"

A atriz diz o quanto foi cansativo a disputa judicial pela herança. "Enquanto ele estava vivo nada disso acontecia. Eu me dava bem como todo mundo, era uma relação saudável, aparentemente. Ele nunca foi muito colado com as filhas, exceto a pequena. Quando ele faleceu, no cemitério mesmo o clima de animosidade começou e não parou mais, então isso me magoou e magoa até hoje. Era algo que eu não esperava, e por causa de dinheiro! (…) É ruim essa coisa das pessoas se virarem contra mim e questionarem um querer dele, é uma falta de respeito. [Se ele] tivesse deixado para o gato, para o cachorro, dane-se, foi ele quem trabalhou", dispara.

Leia mais: "Me chamaram de louca quando comecei a namorar", recorda Antônia Fontenelle

Globo X Record

Antônia Fontenelle detona Record e fala de Marcos Paulo
Reprodução/Instagram
Antônia Fontenelle detona Record e fala de Marcos Paulo

"Ele se divertia comigo, achou em mim o que nunca achou em ninguém. Foi um encontro, essas coisas que acontecem uma vez na vida. E ele tentou me ajudar muito, hoje me arrependo de não ter aceitado. A teimosa aqui foi para a Record, e não me arrependo de ter ido com minhas próprias pernas, feito um trabalho bacana, mas diante de tudo o que me acontece hoje, que me acontece desde que ele morreu, me arrependo e falo: 'se eu tivesse aceitado dele em vida, não estaria passando pelo que estou passando', porque eu estaria bem, estaria já dentro da casa [Globo], fazendo um trabalho atrás do outro, ou não, mas teria outra conotação, porque as pessoas pensam que eu não continuei lá porque ninguém me quis", analisa. 

Antônia fala de seu trabalho na emissora de Edir Macedo, na novela "Balacobaco", (2012/13). "Eu fiz um papel na Record, que, se eu tivesse feito na Globo, como atriz eu estaria num outro patamar. Fazer novela na Record não adianta, tem outra conotação. O país ainda tem a bobagem de achar que o ator tem mais valor se ele estiver fazendo novela na Globo".

Antônia Fontenelle também comentou a fama de barraqueira, já que não deixa barato os comentários ofensivos que recebe em suas redes sociais: "Não venha na minha rede me agredir, porque você vai receber de volta. Não é porque sou uma pessoa pública que não posso responder, onde está isso? Tenho cara de irmã Dulce? Infelizmente não e não vou ficar aturando essas pessoas", garante.