"O barracão em que eu trabalho as pessoas acham esquisito. Mas elas não duvidam de que vai dar certo, sabem que tem alguma coisa por trás". A frase do carnavalesco da Unidos da Tijuca, Paulo Barros, define bem a personalidade destemida do artista, que retorna à escola depois de seis anos afastado. Ele levará para a Sapucaí, na Segunda-feira de Carnaval , o tema "Arquitetura e Urbanismo".

Leia também: Gracyanne Barbosa revela perrengue que enfrentou em plena Sapucaí

Carnavalesco Paulo Barros arrow-options
Reprodução/Arquivo
Carnavalesco Paulo Barros


A Tijuca será a quarta agremiação a desfilar, com 3,5 mil componentes, em 27 alas e cinco carros alegóricos, ao som do samba-enredo 'Onde Moram os Sonhos', composto por Dudu Nobre, Jorge Aragão, Totonho, André Diniz e Fadico. A bateria Pura Cadência, comandada pelo Mestre Casagrande, com o auxílio do filho Thompson Rodrigues, promete sacudir a Avenida com paradinhas do funk.

Leia também: Jojo Todynho vai ser um dos destaques da Beija-Flor de Nilópolis

O primeiro setor abordará "a antiguidade e as primeiras civilizações, que construíram edifícios monumentais para cultuar suas divindades, abrigar seus sarcófagos, proteger suas cidades, divertir seus povos". O carnavalesco revela que levará para a Sapucaí referências ao Partenon, Coliseu, Pirâmides do Egito, etc.

Leia também: Relembre as festas de Carnaval que bombaram no "BBB"

No segundo setor, Paulo Barros quer contar a história da introdução da arquitetura portuguesa no Brasil, com a chegada dos colonizadores. "O português trouxe essa herança do barroco", destaca.

    Veja Também

      Mostrar mais