Tamanho do texto

Revista americana afirma a existência de uma fita com gravações que incriminam o ator

Na última quarta-feira (6), a polícia de Los Angeles revelou ter aberto uma investigação contra o ex-protagonista da série "Two And a Half Men", Charlie Sheen . Um policial contou à agência de notícias AFP que a investigação está ocorrendo desde 31 de março.

Charlie Sheen é acusado de ameaçar de morte a ex-noiva
TMZ / Reprodução
Charlie Sheen é acusado de ameaçar de morte a ex-noiva


O ator é acusado de ter ameaçado de morte a ex-estrela pornô Scottine Ross , conhecida como Brett Rossi . Sheen chegou a ficar noivo da atriz em 2014, mas o casório nunca saiu do papel.

Scottine também entrou com um processo de R$ 18,5 milhões contra Sheen alegando que ele não mencionou ser HIV positivo, apenas depois de terem tido relações desprotegidas cinco vezes. 

A revista americana "Variety" alegou a existência de uma fita de áudio de 35 minutos na qual supostamente Sheen ameaça contratar um assassino de aluguel por R$ 74 mil para matar a ex-noiva.

Além disso, também é possível ouvir o ator negando ser portador de HIV para alguém com quem ele mantinha relações sexuais.

Segundo a mesma revista, a fita já está nas mãos da polícia e foi gravada por uma amante. O ator ainda não se pronunciou sobre o assunto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.