Inspirado na história do Bozo, "Bingo – O Rei das Manhãs" tem humor e drama na medida certa e Brichta em seu melhor trabalho até hoje

Os trailers de "Bingo – O Rei das Manhãs" já mostravam que o filme, inspirado na história de Arlindo Barreto, o Bozo, seria tão doido quanto os anos 1980 na TV brasileira. Quem for ao cinema assistir ao longa, que estreia nesta quinta-feira (24), pode esperar muito mais que isso.

Leia também: Vladimir Brichta vê Bingo como uma de suas melhores performances 

Com Vladimir Brichta em sua melhor atuação,
Divulgação
Com Vladimir Brichta em sua melhor atuação, "Bingo – O Rei das Manhãs" estreia nesta quinta-feira (24)

Estrelado por Vladimir Brichta , o filme conta a história de Augusto Mendes, um ator pornô que vai tentar a sorte como o palhaço Bingo , apresentador de um programa matinal em uma emissora de TV. Além do já esperado bom humor, o longa traz altas doses de drama e tragicidade, algo parecido com "Birdman" brasileiro.

Leia também: Wagner Moura tenta roubar papel de Vladimir Brichta nos cinemas

Filho de uma atriz famosa no passado, mas esquecida pela mídia, Augusto topa interpretar o palhaço na TV para ir atrás da tão sonhada fama e para cumprir uma promessa que fez ao filho. A relação entre o personagem e Gabriel, interpretado por Cauã Martins, é uma das partes mais dramáticas da história: enquanto Bingo é amado por todas as crianças do País, seu próprio o odeia por ter perdido a conexão com o pai.

Do céu ao inferno

A trajetória de Augusto é sempre marcada por extremos. Enquanto seu programa lidera a audiência, ele vê sua vida pessoal indo por água abaixo, movida principalmente por seu vício em drogas, que ele não consegue mais disfarçar mesmo quando está no ar. Na TV, ele é uma pessoa completamente diferente do que é fora dela, e isso fica ainda mais claro pelo fato do ator não poder revelar que ele é o palhaço mais famoso do Brasil.

Quem for ao cinema achando que verá um filminho leve, pode se surpreender muito. O longa de Daniel Rezende traz temas polêmicos, não esconde a parte menos glamurosa da vida do Bozo e resume toda a loucura que era a TV brasileira nos anos 1980.

Leia também: "É um filme gentil, em uma época nada gentil", diz Selton Mello sobre novo longa

Divulgação
"Bingo – O Rei das Manhãs" é inspirado na história de Arlindo Barreto, que foi o Bozo entre 1984 e 1986

Além da magistral atuação de Vladimir Brichta, o filme também tem ótimas participações de Leandra Leal, Augusto Madeira e Emanuelle Araújo, que interpreta Gretchen. Domingos Montagner, que morreu no ano passado, também aparece como um dos mentores de Augusto.

Para quem cresceu nos anos 1980, "Bingo – O Rei das Manhãs" tem toda uma questão envolvendo a nostalgia, mas mesmo quem só conhece Bozo por nome vai se divertir assistindo ao filme, que não é uma biografia de Arlindo Barreto. A torcida é pra que "Bingo" abra as portas para a celebração da cultura pop brasileira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.