Cantora e atriz americana Janelle Monáe falou à edição americana da Marie Claire sobre os direitos das mulheres e um possível boicote sexual

Janelle Monáe teve um 2016 impressionante. Com dois poderosos discos no currículo e uma carreira admirável como cantora, Monáe decidiu dedicar-se também ao cinema, e foi destaque de duas das maiores produções cinematográficas do último ano: o vencedor do Oscar Moonlight e o importante “ Estrelas Além do Tempo ”. Apesar de não receber uma indicação individual, a atriz foi celebrada por sua atuação em ambos, e agora todos estão curiosos para saber o que vem a seguir.

Cantora e atriz Janelle Monáe fala sobre o direito das mulheres na ver~so americana da Marie CLaire
Divulgação
Cantora e atriz Janelle Monáe fala sobre o direito das mulheres na ver~so americana da Marie CLaire

É por isso que Janelle Monáe está na capa da versão americana da revista Marie Claire , na edição que celebra as “novas faces” de Hollywood . E foi lá que ela deu uma entrevista polêmica sobre os direitos das mulheres. Ela não pensou duas vezes e soltou: “as pessoas tem que respeitar a vagina ”. Até que todos os homens estejam lutando pelos nossos direitos, nós devemos considerar parar de fazer sexo . Eu amo homens. Mas homens ruins? Eu não vou tolerar. Você não merece estar na minha presença”, expressou. Ela continuou dizendo que se os homens comandam o mundo e é assim que eles comandam, ela ela não quer contribuir para isso até que haja uma mudança. “Nós temos que nos dar conta do nosso poder e da nossa mágica”, conclui.

Leia também: Triunfo de "Moonlight" atende demanda de Oscar mais ativo social e politicamente

A atriz sempre defendeu causas feministas e, principalmente o feminismo negro. Na revista ela continua dizendo que é importante redefinir o que é ser sexy. “É importante que as mulheres estejam no controle, principalmente quando a conformidade de gênero nos é imposta. [...] Você precisa se encaixar em certos padrões para ser aceita. Eu não aceito essa maneira de pensar e eu não acho que temos que seguir as mesmas coordenadas para chegar ao mesmo destino”, concluiu.

Moonlight

O filme, que foi a grande surpresa do Oscar 2017 , em uma noite marcada pela gafe da produção, que deixou o envelope errado para ser entregue ao “Melhor Filme” . Mas, sua história tão pouco vista no cinema, acabou com o melhor troféu da noite.

Em Moonlight, Janelle Monáe é Teresa, que acolhe o jovem protagonista Chiron e acaba criando uma relação de afeto maternal com o menino. Já em “ Estrelas Além do Tempo ”, ela interpreta a engenheira Mary Jackson que luta por um lugar na Nasa em meio a homens brancos, durante o período de segregação racial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.