Tamanho do texto

Cantor havia sido acusado de assédio por sua vizinha, a atriz Tracey Birdsall

O cantor Seal foi formalmente liberado da acusação de assédio que estava sendo investigada pela justiça americana. De acordo com o site TMZ , o caso foi rejeitado por falta de testemunhas para colaborar com a investigação. Além disso, o caso prescreveu.

Leia também: Depois de acusar Oprah de negligência, Seal é investigado por abuso sexual

Justiça descartou acusação de assédio contra cantor Seal por falta de testemunhas
Montagem por reprodução
Justiça descartou acusação de assédio contra cantor Seal por falta de testemunhas

Seal foi acusado em janeiro pela atriz Tracey Birdsall de assédio. De acordo com ela, o caso aconteceu em 2016, quando ela morava ao lado da casa do cantor, em Los Angeles, na Califórnia. Representantes do cantor chegaram a negar as acusações: “Seal nega veemente as acusações feitas por ele por sua vizinha de suposto assédio. Ele pretende se defender dessas falsas acusações”.

Leia também: Uma Thurman fala pela primeira vez sobre abusos de Harvey Weinstein

O caso

A revelação de Tracey foi feito através do TMZ em janeiro de 2018. Ela contou que o caso aconteceu quando ela foi até a cozinha do cantor para pegar um utensílio que havia emprestado, já que os dois eram vizinhos. Enquanto  estava no cômodo, Seal chegou e a agarrou tentando beija-la à força.

Em seguida, o músico agarrou os seios da atriz sem seu consentimento, dizendo que ela estaria pedindo a agressão por conta da roupa que estava usando, um shorts e uma regata. Birdsall que não concordou, pediu para que o cantor parasse imediatamente. Depois disso, Seal a convidou para conversar na sala e novamente fez os abusos. Tracey afirmou que deixou o local em seguida e nunca mais teve contato com o cantor.

Leia também: Denúncias de assédio sexual em Hollywood que já foram esquecidas

Controvérsia

O caso veio a público pouco depois de Seal acusar Oprah Winfrey de negligência em relação as acusações de assédio feitas ao produtor Harvey Weinstein. Em uma publicação na internet, ele mostrou fotos onde Oprah aparece conversando tranquilamente com Weinstein  e comentou: “Quando você tem feito parte do problema há décadas, mas, de repente, todos pensam que você é a solução”. E ainda continuou na legenda: "Ah, eu esqueci, é verdade… você já ouviu os boatos, mas você não fazia ideia de que ele estava abusando de jovens e promissoras atrizes que, por sua vez, não sabiam no que estavam se metendo. Foi mal”, completou.