Primeiro-ministro deve deixar o cargo com baixa popularidade e um longo histórico de escândalos sexuais

Silvio Berlusconi
Getty Images
Silvio Berlusconi
Após uma reunião com o presidente Giorgio Napolitano , Silvio Berlusconi parece ter cedido à pressão do governo e prometeu renunciar. Se isso acontecer, o primeiro-ministro italiano deixará o cargo não somente com um problema de credibilidade e popularidade, mas também com um histórico de escândalos sexuais.

Leia mais: Berlusconi promete renunciar após aprovação de pacote de austeridade

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Relembre as mulheres da vida de Sílvio Berlusconi:

Berlusconi foi casado por 30 anos com a atriz Veronica Lario . O relacionamento entre eles iniciou enquanto ele ainda estava com sua primeira mulher e se encerrou em 2009, depois que veio à público um envolvimento do ex-ministro com uma menor de idade brasileira em sua residência. Durante a negociação do divórcio, a ex-mulher de Berlusconi pede R$ 8,17 milhões mensais.

Veronica Lario
Getty Images
Veronica Lario
Noemi Letizia teria sido a pivô do fim do casamento entre Silvio Berlusconi e Veronica Lario, após o primeiro-ministro ter ido ao aniversário de 18 anos da jovem. Na época, Berlusconi revelou que voltaria à festa da aniversariante, pois não havia nada "de picante" entre ele e Noemi.

Leia mais: Berlusconi afirma que voltaria à festa de jovem

Leia também : Namorado de Noemi diz que relação foi armada após caso Berlusconi

Noemi Letizia
Reuters
Noemi Letizia

Logo após o pedido de divórcio de Verônica, Berlusconi se envolveu em mais um escândalo. Jornais e revistas internacionais publicaram uma suposta conversa entre ele e a prostituta Patrizia D'Addario .

De acordo com informações da jovem, ela e mais quatro mulheres teriam recebido dinheiro para participar de festas na casa do premiê em Roma. Na época, a explicação dada por Sílvio ao escândalo foi: “Há milhares de garotas bonitas e empreendedoras por aí. Não sou um santo, todos sabem" .

Patrizia D’Addario
Reuters
Patrizia D’Addario

Dois anos antes do anúncio de separação de Verônica e Berlusconi, o ministro flertou com a modelo e apresentadora Mara Carfagna , causando uma crise no casamento. Verônica exigiu uma retratação pública do marido, que declarou à Mara que, "se já não fosse casado, se casaria com ela imediatamente". Tempos depois, Mara foi nomeada ministra da Igualdade das Oportunidades. O cargo lhe rendeu mais um título, o de ministra mais bela do mundo.

Leia também: Escândalos sexuais alimentam descontentamento entre italianas

Mara Carfagna
Getty Images
Mara Carfagna

Em 2010, Berlusconi foi acusado de financiar tanto a ida de Michelle Bonev para o Festival de Cinema de Veneza quanto sua premiação pela contribuição para os direitos das mulheres com “Goodbye Mamma”, filme protagonizado pela atriz.

De acordo com a investigação, Berlusconi teria gasto 400 mil euros (cerca de R$ 1 milhão) dos cofres públicos para pagar a ida de uma comitiva da atriz, com cerca de 40 pessoas, além do diretor do festival, que criou o prêmio especial exclusivamente após o pedido de Berlusconi, que queria homenagear a amiga. 

Michelle Bonev
Divulgação
Michelle Bonev

Nicole Minetti , de 26 anos é dentista, ex-dançarina e assessora do partido de Berlusconi. Mais do que isso, ela é acusada de indução à prostituição e de recrutar jovens que participavam das festas particulares do primeiro-ministro.

De acordo com informações de uma das jovens que participou de uma festa na casa do ministro, "Nicole Minetti ficou totalmente nua e dançou na barra, depois aproximou-se de Berlusconi, dançando de forma provocante diante dele" em um dos eventos organizados na residência de Berlusconi.

Nicole Minetti
Reuters
Nicole Minetti

A garota de programa Nadia Macri disse ter recebido 10 mil euros (cerca de 23 mil reais) para fazer sexo com o primeiro-ministro da Itália , Silvio Berlusconi, em uma orgia na casa dele em 2008.

De acordo com informações de Nadia, a festinha particular contou com 30 mulheres e algumas das convidadas tinham 17 anos.

Nadia Macri
EFE/Facebook
Nadia Macri

A marroquina Karima El-Mahroug, conhecida como Ruby R., afirmou que não teve relações sexuais com Berlusconi, mas confessou ter recebido dinheiro do primeiro-ministro . Ele mesmo confirmou a entrega dos euros para a garota, que está envolvida nas festas privadas promovidas por Berlusconi entre 2009 e 2010.

Sobre o caso, Silvio declarou: “Dei a ela a possibilidade de entrar num centro de estética por 45 mil euros (cerca de R$ 107 mil). No entanto ela declarou que eram 60 mil euros (aproximadamente R$ 138 mil). Autorizei que lhe dessem esse dinheiro para evitar que ela passasse qualquer necessidade e para que não fosse obrigada a se prostituir”. 

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597360287542 &_c_=MiGComponente_C

Maria Esther Garcia Polanco assumiu ter tido relações sexuais com Berlusconi. Em entrevista ao jornal Mail, ela informou que, embora tenha participado de diversas festas na casa do ministro, nunca esteve envolvida em nenhuma orgia.

Polanco ainda revelou que fez sexo com o primeiro-ministro por gratidão, após Silvio ter pago as despesas do hospital de sua filha, de cinco anos.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597360353529 &_c_=MiGComponente_C

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.