Tamanho do texto

Coronelzinho seria morto pelo bando de Herculano, mas Jesuíno consegue impedir o plano do pai

Timóteo é obrigado a assinar o documento abdicando do trono de Seráfia
Divulgação/ Tv Globo
Timóteo é obrigado a assinar o documento abdicando do trono de Seráfia

CURTA O iG GENTE NO FACEBOOK

Timóteo (Bruno Gagliasso) vai finalmente sair do transe que o fez pensar que poderia ser o legítimo rei de Seráfia. Capturado pelo bando de Herculano (Domingos Montagner), Timóteo foi condenado à morte, mas Jesuíno (Cauã Reymond) e o rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) não concordam com a decisão. Os dois tentam convencer Herculano a desistir da sentença.

“Nossa ideia é usar Timóteo pra retomar o palácio, libertar os prisioneiros e devolver pro pai de Açucena o lugar que é dele, como rei” , disse Jesuíno ao pai.

SIGA O iG GENTE NO TWITTER E ACOMPANHE AS NOTÍCIAS SOBRE TV & NOVELAS

Timóteo assina o documento sob os olhos de Herculano
Divulgação/ Tv Globo
Timóteo assina o documento sob os olhos de Herculano
Herculano aceita o plano dos dois, mas impõe uma condição: poder prender Timóteo depois de devolver a coroa a Augusto e libertar os prisioneiros do bando no palácio. Timóteo fica sem condições de não concordar, pois está muito fraco devido a muitos dias sem comida, mas ele cede tão facilmente...

As cenas vão ao ar neste sábado (23). LEIA TODAS AS NOTÍCIAS DE 'CORDEL ENCANTADO'