Flavio Fachel e Mariana Gross
Reprodução Globo
Flavio Fachel e Mariana Gross

Flavio Fachel, apresentador do "Jornal Nacional" , alfinetou Jair Bolsonaro (sem partido) na quarta-feira (05) ao mostrar uma fala do presidente em que ele faz insinuações sobre o novo coronavírus (Sars-coV-2) ter sido criado pela China.

"O senadores também comentaram uma declaração hoje feita pelo presidente Jair Bolsonaro, em um discurso no Planalto, no momento em que o Brasil mais depende dos insumos vindos da China para fabricação das duas principais vacinas fabricadas aqui. Bolsonaro voltou a insinuar, sem citar o nome do país, que o vírus pode ter sido criado propositadamente lá", dissertou Flavio Fachel

Logo em seguida, foi exibida a declaração de Bolsonaro no " Jornal Nacional ". "É um vírus novo. Ninguém sabe se nasceu no laboratório ou nasceu por algum ser humano que ingeriu um animal inadequado, mas está aí. Os militares sabem o que é guerra química, os impactos radiológicos... Será que estamos enfrentando uma nova guerra? Qual o país que mais cresceu o seu PIB? Não vou dizer pra vocês", disse Bolsonaro

Quando a imagem retornou aos apresentadores, Mariana Gross assumiu. "Entre as maiores economias, o país com maior crescimento do PIB durante a pandemia foi a China. O presidente e o relator da CPI lamentaram a declaração do presidente Bolsonaro e ressaltaram que ela pode ter impacto para compra do principal ingrediente da vacina, o IFA, que vem da China", disse. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários