Tamanho do texto

Afastada desde "Ti-ti-ti", Regina Braga entra em "A Lei do Amor" para ser mãe de Ciro; saiba como será a personagem, que é deficiente visual na trama

Uma das melhores atrizes de sua geração, Regina Braga está de volta à TV a partir desta sexta-feira (9) em "A Lei do Amor". Afastada das tramas do horário nobre desde "Ti-ti-ti" (2010), na qual teve uma atuação marcante, ela promete emocionar novamente o telespectador como a deficiente visual Silvia, mãe de Ciro (Thiago Lacerda), descrita como "genuinamente gentil e doce".

Leia mais: Morte de personagem gay em "A Lei do Amor" causa revolta nas redes sociais

Regina Braga está de volta à TV em 'A Lei do Amor'
Paulo Belote/Globo
Regina Braga está de volta à TV em 'A Lei do Amor'


Como não consegue enxergar, Silvia é enganada facilmente por Magnólia ( Vera Holtz ) em "A Lei do Amor": ela diz se chamar Maria e trata a sogra com doçura, enquanto mantêm há mais de 20 anos um caso com Ciro sem que os demais personagens desconfiem. Sílvia não tem ideia do real caráter do filho e acredita que ele é muito bem casado com Maria quando, na verdade, os dois são genro e sogra. Ciro fez questão de manter a mãe bem afastada da família Leitão durante todos esses anos, alugando um apartamento no qual Magnólia guarda uma fortuna escondida em um cofre, bem camuflado atrás de um quadro no quarto do casal.

Leia mais:  "A Lei do Amor": Tião revela que Isabela é filha de Pedro e Helô

A atriz está empolgada com o retorno. "Silvia é um personagem encantador. Ela tem uma deficiência visual há muitos anos e conseguiu ter uma vida independente. Ela adora o filho, acredita que ele é uma pessoa exemplar. Ela é uma pessoa realizada, feliz. Não tem ideia do que ele esconde. Estou muito feliz em interpretar uma personagem tão rica", vibra Regina.

Leia mais:  E agora? Ciro tenta sufocar Fausto em "A Lei do Amor"

"A Lei do Amor" é a segunda novela de Regina Braga com Maria Adelaide Amaral . Foi pelas mãos da autora que ela encantou o público como a moradora de rua Cecília, que fazia vestidos para bonecas e era a mãe de Jacques Leclair (Alexandre Borges). Entre uma novela e outra a atriz participou de um episódio da série "As Brasileiras", em 2012. Outro papel de destaque em sua carreira foi Lídia, mulher do alcoólatra Orestes na novela "Por Amor" (1997), de Manoel Carlos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas