Tamanho do texto

Apresentador do "Domingão do Faustão" foi o convidado do "Programa do Jô" na madrugada deste sábado (3) e relembrou sua trajetória na TV

Normalmente avesso a entrevistas, Fausto Silva quebrou o protocolo e foi o convidado do "Programa do Jô" exibido neste sábado (3). Ao lado do amigo Jô Soares , o apresentador relembrou sua trajetória no rádio e na TV e comentou assuntos pessoais, como a cirurgia bariátrica pela qual passou há sete anos.

Faustão foi o convidado do
Reprodução/Twitter
Faustão foi o convidado do "Programa do Jô" exibido na madrugada deste sábado (3)

"Eu tenho uma igreja dos seguidores da bariátrica do Faustão , sou seguido por gente como André Marques e Leandro Hassum", brincou o apresentador, lembrando que os dois atores também passaram pelo mesmo procedimento para diminuir as medidas. "Mas eu avisei que não pode sair doando as roupas, porque depois engorda de novo e não tem o que vestir", disse.

Leia mais: Jô Soares encarna Faustão e irrita Alexandre Nero: "Não me deixa falar nada"

Faustão lembrou sua história no rádio e na TV, principalmente no programa "Perdidos na Noite", exibido entre 1984 e 1988. "Era uma época diferente, tinha meus 30 anos, não tinha mulher nem filho", recordou. Ele ainda comentou o impacto da censura na atração. "A gente tinha a censura do governo e a dos bons costumes", afirmou.

Um apagão durante a gravação do programa deixou o palco completamente escuro, o que gerou piadas entre os apresentadores. "É a presença do Faustão, tão rara. É a maior homenagem que a TV podia fazer", brincou Jô. Faustão lembrou de uma história com uma apresentadora que não quis relevar quem era. "Fizeram uma festa para ela depois que ela morreu e a luz acabou no meio da festa. Se eu a conheço, foi ela que puxou tudo", disse.

Leia mais: Jô Soares se irrita com Maurício Mattar e o manda embora no meio de entrevista

Um dos pontos altos da entrevista foram os causos contados por Jô e Faustão. Amigos de longa data, os apresentadores lembraram de histórias de viagens e da época em que trabalharam na Record. "Em Nova York a gente era cliente de uma loja de roupas para gordinhos", lembrou Faustão. "Hoje todo mundo vai lá, o que significa que todo mundo engordou", brincou.

Bastante à vontade, o apresentador brincou com Willem van Weerelt, diretor do "Programa do Jô". "Esse holandês ainda está escondido aqui? Ele era o bico doce da Globo, pegava todas as mulheres", disse. Faustão também lembrou da vez que foi cozinhar com Ana Maria Braga no "Mais Você" e teve que comer frango. "Odeio frango, é comida de hospital", disparou.

No fim do papo, Jô Soares e Faustão trocaram elogios. "Eu dei bobeira, deveria ter guardado essa entrevista para ser a última", lamentou Jô, que faz a última temporada de seu programa neste ano. "Mas é uma honra sempre que você senta nesse sofá", disse ao entrevistado. Faustão aproveitou para parabenizar o apresentador. "Admiro muito um cara que era humorista e virou um dos maiores entrevistadores de todos os tempos", disse.