Tamanho do texto

Aos 16 anos, atriz fala das mudanças no corpo e desejo de atuar. "Voltar para a TV é uma das minhas maiores vontades", confessa Ana Karolina Lannes

Ana Karolina Lannes voltou a aparecer na TV neste domingo (31), quatro anos após ficar famosa como a Ágatha, filha de Carminha (Adriana Esteves) em "Avenida Brasil". Hoje com 16 anos, a atriz falou no "Domingo Legal", no SBT,  das mudanças em seu corpo e que tem saudades da TV.

Ana Karolina Lannes nos tempos de 'Avenida Brasil' e hoje
Reprodução e Instagram
Ana Karolina Lannes nos tempos de 'Avenida Brasil' e hoje


"Sinto falta de todo mundo (da novela), de no dia a dia dar uma escapada da realidade. Atuando você está em outro ambiente, se desliga dos seus problemas, de sua vida, para encarnar outra pessoa. Comecei na TV quando não sabia nem brincar direito, mais por ser extrovertida e acabei gostando, desde os 6 anos trabalho com isso e não conheço outra coisa. Voltar para TV é uma das minhas maiores vontades ", confessa Ana Karolina Lannes , que antes de "Avenida Brasil" já havia passado por outras tramas como "Duas Caras" (2007) e "Ciranda de Pedra" (2008).

+ Ana Karolina Lannes é criada por dois pais

"De lá para cá eu cresci bastante e perdi alguns quilos.Eu era uma criança magra, tomei vitamina e fui engordando, engordando... Nunca sofri bullyng por estar acima do peso, mas por ser baixinha, me chamavam de tampinha", recorda.

+ Ana Karolina Lannes aparece de salto

As cenas em que Carminha maltratava Ágatha dizendo, por exemplo, que com um determinado vestido "parecia uma bisnaga em um saco de pão", não lhe fizeram mal. "Bem no início da novela a Adriana Esteves conversou muito comigo, dizia que eu era linda. A gente separava bem quem era a Carminha e quem era a Adriana".

Ana Karolina Lannes contou ainda que, no mesmo ano em que fez teste para "Avenida Brasil", foi reprovada no de "Carrossel", no SBT – provavelmente para viver Laura, papel que ficou com Aysha Benelli, filha de Simony. "Passei lá e não passei em 'Carrossel'".

Ela afirma ainda que seu sonho é viver uma vilã e vem se dedicando aos estudos. "Comecei o curso técnico de teatro na escola Célia Helena, que o Marcos Caruso recomendou, mas parei na metade por conta da escola, estava muito pesado. Quero prestar vestibular para Artes Cênicas na USP".