Tamanho do texto

O jornalista Jorge Kajuru apareceu no Twitter na madrugada desta segunda-feira, sem dizer o que aconteceu com ele

Na madrugada desta segunda-feira (4), o jornalista Jorge Kajuru publicou mensagens em uma rede social após sua equipe ter relatado seu desaparecimento na tarde de sábado (2).

Jorge Kajuru desapareceu na tarde deste sábado (2)
Reprodução
Jorge Kajuru desapareceu na tarde deste sábado (2)


Os fãs e a equipe do jornalista ficaram desesperados com o sumiço repentino de Kajuru. Ele ainda não explicou o motivo do desaparecimento. "Primeiro vou contar detalhes pra justiça e sem show", disse em uma das publicações.




O caso 

A equipe do jornalista Jorge Kajuru usou as redes sociais para informar que ele estava desaparecido desde a tarde desse sábado (2). Através do Twitter, um produtor do goiano divulgou a notícia e pediu ajuda aos seguidores.

"Sou produtor e redator do Kajuru. Socorro, ele está desaparecido desde as 14hs do sábado. Tudo muito estranho", dizia o tuíte postado na noite de sábado.

Apesar do tuíte ter sido supostamente escrito por um produtor de Kajuru, outras mensagens no perfil revelaram que a conta é gerida por Aline Silva, companheira do jornalista. Ela afirmou que o apresentador não estava em Goiânia, onde mora, mas em Paraty, no Rio de Janeiro.

Também pelo Twitter, a equipe de Kajuru disse ter acionado alguns amigos para descobrir o paradeiro do jornalista. "Nossos amigos reais da imprensa já estão em ação e escolheram só os policiais super confiáveis. Deus conosco, vai dar tudo ok", dizia o post.

Fãs e seguidores do apresentador levantaram a hipótese das posições políticas de Kajuru terem algo a ver com o sumiço. "Mais fácil a atual extrema direita dar sumiço no Kajuru. Ele sabe muita coisa que só interessa a eles", comentou uma seguidora.

Jorge Kajuru já teve programas esportivos na Band, SBT e RedeTV! antes de abrir seu próprio canal no YouTube, o TVKajuru. O Jornalista está sob proteção policial desde novembro após ter revelado um esquema de corrupção entre funcionários do Detran e parlamentares de Goiás.