Tamanho do texto

Apresentadora do "Bake Off Brasil" garante não se arrepender de ter trocado telejornal por realities: "Estou realizada"

Ticiana Villas Boas não teve descanso entre o fim do "BBQ Brasil - Churrasco na Brasa" e a estreia da segunda temporada do "Bake Off Brasil - Mão na Massa", no último dia 21. Animada, a apresentadora fala sobre o futuro dos realities culinários e garante não sentir falta de seu passado no jornalismo, quando chegou a apresentar o "Jornal da Band".

+ Conheça os participantes do "Bake Off Brasil"

Ticiana comanda a segunda temporada do
Gabriel Gabe/SBT
Ticiana comanda a segunda temporada do "Bake Off Brasil" todo sábado no SBT


Programa

Ela se empolga ao falar dos participantes desta edição. "Temos mais intriga, que ajudam o Ibope, mais dinâmica e concorrência. A sacada é selecionar bem. Temos personagens incríveis, pessoas diferentes: um jogador de futebol americano sommelier de cerveja fazendo doce, mãe e filha competindo, uma vovó, uma dona de casa, manicure, garçom de cruzeiro... São pessoas bem diferentes e de classes sociais diferentes", analisa.

+ "Estou mais calma e experiente como apresentadora", diz Ticiana

As gravações acontecem em uma fazenda em Atibaia, no interior de São Paulo. "Levamos dois dias para cada programa até o terceiro episódio . A partir daí estamos tentando gravar em um dia, mas as diárias são bem longas, de 12h, 14 horas. Tem episodio que no fim fica de noite".

A apresentadora com os jurados Fabrízio Fasano Jr e Carol Fiorentino
Gabriel Gabe/SBT
A apresentadora com os jurados Fabrízio Fasano Jr e Carol Fiorentino

A idade dos candidatos a permite observar variações na maneira de preparar os bolos. "Os mais velhos levam vantagem pela experiência, mas morrem de medo de errar, de se expor tanto: são avós que cozinham para gerações e não conhecem ingredientes modernos. Acho que os novos arriscam mais, ousam pois não têm nada a perder", avalia.

Realities

Ticiana avalia o formato de programa que apresenta. "Não sei até quando a moda de realities de gastronomia vai durar. Estou surfando nessa onda. A gente não sabe se tem prazo de validade e, se tiver, não vai ser agora, pois esse formato veio para a TV aberta há pouco tempo. Só no SBT temos três realities de culinária, isso é sinal de que, se for modismo, ainda não está na hora de acabar. Pode ser que daqui a um tempo sature, mas aí só sobrevivem os bons", aposta.

Vencedor lançará um livro de receitas
Gabriel Gabe/SBT
Vencedor lançará um livro de receitas

Nesta edição há espaço também para a culinária regional. "É bom porque tem a nossa confeitaria também, doces como bolo de rolo, tapioca...". E como manter a forma com tantas delícias à disposição? "A gente fica mais exigente e chato com as coisas que conhece mais. Quando vou comer o bolo falo: 'ai, não vou gastar minha caloria assim tanto quanto eu gastaria antes. Estou escolhendo minhas calorias".

Ela garante não sentir falta dos tempos de jornalista na Band. "Foram 13 anos no jornalismo, desde que me formei. Foi meu sonho de adolescente, de ser idealista, querer mudar o mundo, ser correspondente, viajar, ficar na bancada, Sou bem agradecida a essa fase da minha vida, foi uma delícia. Estou realizada, sem vontade nenhuma de voltar".

Depois das gravações, a apresentadora só quer saber de descanso, já que seu substituto no ar será o "Hell's Kitchen", comandado pelo chef Carlos Bertolazzi . "Estou desde janeiro nessa loucura, agora quero feriazinhas. Do 'Hell's Kitchen' eu não participaria porque é mais grosseiro e eu não tenho esse perfil, gosto de ser mais calma. Depois dele, tudo indica que o 'BBQ Brasil' tenha uma segunda temporada", aposta.