Tamanho do texto

Apresentadora fala de sua relação com o corpo e a recente demissão de programa de rádio no programa deste sábado (11)

Silvia Poppovic  comenta a demissão da rádio Jovem Pan  e sua relação com o corpo aos 61 anos, no quadro "Elas Querem Saber", do "Programa Raul Gil" deste sábado (11). A apresentadora explica por que passa pelo "efeito sanfona". 

Silvia Poppovic encontra Raul Gil
Rodrigo Belentani/SBT
Silvia Poppovic encontra Raul Gil


+ "Fui pega de surpresa", diz Silvia Poppovic sobre demissão

"Ninguém opta em ficar gorda. Eu sempre tive um metabolismo mais lento. Eu sou assim, dou uma emagrecida e dou uma engordada. Eu acho que a beleza vem de dentro e vem de fora também de você tirar partido do que você tem de bonito", conta.

Ela acredita que hoje o padrão estético tanto na TV quanto na vida está mais flexível que nos anos 80 e 90. "Ser gordinha já tem mais tolerância hoje em dia. E não tem que deixar ninguém pisar em cima da gente porque a gente é diferente", afirma.

Apresentadora participa do quadro 'Elas Querem Saber' neste sábado (11)
Rodrigo Belentani/SBT
Apresentadora participa do quadro 'Elas Querem Saber' neste sábado (11)


Sobre a rádio, analisa o que pode ter motivado sua saída. "Ser demitida não é bom, nunca! É a primeira vez que fui demitida em quase 36 anos de carreira, fiquei chateada com a forma que aconteceu. Eu fiquei tão surpresa. Ninguém acreditava, pois não fiz nada de errado. Talvez eles quisessem que batesse mais forte, falasse mais de política. Sai muito bem de lá, com as portas abertas", afirma.