"Hora Um" estreia nesta segunda-feira (1º); público seleto das notícias do campo terá se de contentar com os domingos

A partir de segunda-feira (1º), após 14 anos em formato diário, o "Globo Rural" volta às raízes e passa a ser exibido apenas aos domingos de manhã, como era quando começou, em 1980. No lugar, a Globo criou o "Hora Um", um novo telejornal que começará às 5h e será apresentado por Monalisa Perrone .

A decisão pode ser entendida como um chacoalhão na madrugada. Há tempos o "Globo Rural" vem perdendo audiência para concorrentes que iniciam os dias com notícias quentes, como o "SBT Manhã" e o "Balanço Geral", da Record. Agora as notícias do campo passam o lugar para os assuntos mais importantes do País e do mundo.

Para quem não se lembra, quem estreou a bancada do rural em 1980 foi Carlos Nascimento , que à época ficou conhecido como "o homem do 'Globo Rural'". Em 2000, Rosana Jatobá assumiu a apresentação da edição diária, que hoje é comandada por Ana Paula Campos . Em tempo: a âncora, assim como toda equipe, deve continuar em peso no "Hora Um". Com a chegada de Monalisa na bancada, porém, Ana Paula se tornou repórter do novo programa.

O público do "Globo Rural" é seleto, mas como não será totalmente extinto, é possível compilar matérias no especial aos domingos. Ninguém ficará órfão, apenas terá de criar novos hábitos.

Após a estreia do "Hora Um", noticiários locais começarão mais cedo, às 6h, e vão ganhar mais 30 minutos de duração. Às 7h30, o "Bom Dia Brasil" entra também mais longo, até 9h, quando dá lugar ao "Mais Você".

Assim, a Globo infla o peito e se orgulha de ampliar sua programação ao vivo. Das 5h às 14h a emissora exibirá atrações em tempo real. Vale acompanhar se o esforço vai surtir efeito nos números da audiência.

Assista ao vídeo da estreia do "Globo Rural" com Carlos Nascimento:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.