Tamanho do texto

Apresentador do "Agora é tarde" fala ao iG sobre o sonho de receber o concorrente da Globo em seu sofá

Danilo Gentili:
Beto Lima
Danilo Gentili: "Parece que não sou bem visto na Globo
Danilo Gentili já não precisa comer tanto arroz e feijão para chegar aos pés de Jô Soares . O apresentador do "Agora é Tarde" já se sente o disparador de diversas mudanças no late show do comunicador veterano, com quem sonha em receber em sua atração. "Seria significativo para a televisão brasileira", pondera ele ao iG , revelando que se sentiria honrado com um convite do concorrente em questão. "Mas parece que não sou bem visto na Globo", continua, aos risos.

Recentemente, Danilo esteve no programa de Roberto Justus , apresentador da Record e que, em breve, deverá estar em seu sofá. Diferentemente do que foi especulado, isso não ocorreu na base da moeda de troca. "Aconteceu naturalmente", esclarece, acrescentando que com exceção de Jô não se lembra de ter recebido um "não ". Confira o papo com o humorista e apresentador:

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

iG: Quem faz os convites para sentar no sofá do ‘Agora é Tarde’ e qual o critério de seleção?
Danilo Gentili
: Todos os convites sou eu quem faz. Há duas semanas, chamei o Breno Masi , que foi o cara que desbloqueou o iPhone pela primeira vez. Ele contou que foi convidado para viajar no jatinho do Lula para desbloquear o aparelho do então presidente. Ele desbloqueou o celular do Michael Schumacher , de várias celebridades. Gosto de receber gente interessante no programa, não imoporta se é famoso ou anônimo. Qualquer um pode ir, de freira a atriz pornô. Busco uma variedade de pessoas.

iG: Encontra alguma resistência dos convidados?
Danilo Gentili:
No início, tive dificuldade de confirmar meus convidados porque saiu uma nota mentirosa que se tornou verdade. A matéria dizia que eu estava com dificuldade de levar as pessoas por causa do meu ‘humor de mau gosto’. A essa altura, já tinha muita gente agendada e todo mundo começou a ligar dizendo que não queria ser o único a ir. Por isso agradeço a Marília Gabriela e ao Marcelo Adnet, que foram os primeiros a sentar no sofá, se divertiram e mostraram que era legal estar lá. Eles foram essenciais e decisivos.

iG: Como a emissora reagiu a isso?
Danilo Gentili:
Esse questionamento também surgiu na Band, pois a direção ficou com medo que essa nota poderia estar certa. Mas aí eu me posicionei e disse: ‘Sou fã de talk show, sei tudo sobre o formato e tenho certeza que vai vender’. Eles apostaram em mim e o resultado está aí: começamos com 5 pontos de audiência em um horário que tinha 0,5 de Ibope.

iG: Como lida com um ‘não’ de um convidado?
Danilo Gentili:
É difícil receber um ‘não’, agora não me ocorre ninguém que disse que não tinha a ver com o programa. As pessoas dizem muito: ‘deixa mais pra frente’. Mas elas sempre acabam indo.

iG: Quem você sonha em entrevistar?
Danilo Gentili:
Gostaria que o Jô Soares fosse ao programa, seria significativo para a televisão brasileira. Assim como eu gostaria de ir ao programa dele, mas parece que meu nome não é bem visto na Globo (risos).

iG: Já vi você dizendo em entrevistas que o Jô Soares te copia?
Danilo Gentili:
Depois que estreamos o “Agora é Tarde”, notei que ele começou a fazer quadros muito parecidos com os nossos, por isso eu acho que o Jô (Soares) me copia. Mesmo ele tendo dito no (programa) ‘Roda Viva’ que não sabe quem eu sou e nunca assistiu ao meu programa.

iG: O que ele começou a fazer parecido com o que você faz?
Danilo Gentili
: Ele agora também inicia o programa dele com um monólogo sobre notícias, assim como eu. As minhas são do dia, as dele de um mês atrás (risos). Agora ele tem o “Jornal Irreal”, que é quase igual ao “Jornal do Futuro”, também as saidinhas de bloco, os VTs, tem tanta coisa que apareceu depois do “Agora é Tarde”.

Acho que o Jô (Soares) me copia. Mesmo ele tendo dito no ‘Roda Viva’ que não sabe quem eu sou e nunca assistiu ao meu programa
Beto Lima
Acho que o Jô (Soares) me copia. Mesmo ele tendo dito no ‘Roda Viva’ que não sabe quem eu sou e nunca assistiu ao meu programa