Hubs de Gente

enhanced by Google
 

Selton Mello

Posição no Ranking dos famosos:
Compartilhar:
  • Nome

    Selton Mello

  • Idade

    38 anos (30/12/1972)

  • Naturalidade

    Passos ( MG)

  • Signo

    Capricórnio

  • Status

    Solteiro

Selton Melo começou aos 7 anos numa novela da Globo. Ele consegue conciliar o trabalho criativo em cinema e ao mesmo tempo atingir o grande público. Abriu mão de um contrato exclusivo na TV para atuar no cinema. Atuou em 22 filmes, 15 novelas e 14 minisséries ou especiais. Costuma dizer que é o único protagonista de seriados ou novelas na TV que “não tem barriga de tanquinho”.

Ler biografia completa

FAMOSOS RELACIONADOS

  • Jonatas Faro
  • Rodrigo Santoro
  • Wagner Moura
  • Cléo Pires
  • Danielle Winits
  • Luana Piovani

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todas as notícias

Selton Mello no Twitter

  • EJMGS Até um filme do Selton Mello fica espetacular com Eva Mendez no elenco.
  • EJMGS Até um filme do Selton Mello fica espetacular com Eva Mendez no elenco.
  • MarcoBezzi Caio Blat e José Padilha assistem ao debate de O Palhaço, de Selton Mello. http://t.co/TxIFNwP
  • blogultrafarma Não é o Alexandre Borges, nem o Marco Nanini, Nem o paulo José, nem o Milton Gonçalves, nem o Lazaro Ramos nem o Selton Mello, nem o Malvino
  • blogultrafarma Não é o Alexandre Borges, nem o Marco Nanini, Nem o paulo José, nem o Milton Gonçalves, nem o Lazaro Ramos nem o Selton Mello, nem o Malvino
  • blogultrafarma Não é o Alexandre Borges, nem o Marco Nanini, Nem o paulo José, nem o Milton Gonçalves, nem o Lazaro Ramos nem o Selton Mello, nem o Malvino
  • gui_pinheiro Luana Piovani, Selton Mello e Henri Castelli serem são-paulinos é muito piada pronta, cada um pelos seus motivos.
  • gui_pinheiro Luana Piovani, Selton Mello e Henri Castelli serem são-paulinos é muito piada pronta, cada um pelos seus motivos.
  • debs_rs pago muito pau pro selton mello, viu? um dos melhores atores do brasil sem a menor duvida!
Siga o Twitter do iG Gente

Biografia completa de Selton Mello

BIOGRAFIA

Selton Figueiredo Melo nasceu em Minas, mas mudou-se ainda criança para São Paulo. Começou cedo na TV, aos 7 anos, na telenovela “Marron Glacê”, de Cassiano Gabus Mendes. Durante os anos 80, atuou em pelo menos três telenovelas na Globo e na TV Bandeirantes além de exercitar seus dotes musicais: ele toca guitarra, é parente de Wagner Tiso. Quem o vê cantar no filme Meu Nome Não é Johnny” (2008) reconhece ali algum talento musical.

A verdade é que Selton, com seu cabelo desgrenhado, tem mesmo cara de menino rebelde ou ídolo de rock. Na década de 80, continuou nas novelas e em 1986, atuando em “Sinhá Moça”, na TV Globo, convenceu a audiência ainda como garoto no papel de um escravo branco, o Rafael. Nos meio dos anos 90, começou a despontar em papéis de importância na emissora. Atuou como um dos personagens centrais na novela das 18h, “Tropicaliente”, de Walter Negrão, e em 1995, em “A Próxima Vítima”, de Silvio de Abreu, no papel de Tonico.

A carreira de Selton Mello na Globo começa a decolar em 1997, quando ele faz o jovem excepcional Emanuel na novela “A Indomada”, de Aguinaldo Silva. O personagem tinha o dom da adivinhação, e vivia a maior parte do tempo com os pés no chão, até que vira anjo e sobrevoa o vilarejo de Greenville, onde se passa a história. No mesmo ano, interpretou o Tenente Luís na microssérie “Guerra de Canudos”.

Novamente em minissérie, em 1999 Selton Melo interpretou Chico ao lado de Matheus Nachtergaele, o João Grilo, em “O Auto da Compadecida”, adaptação da obra de Ariano Suassuna que reuniu grande elenco na TV Globo. Além de Nachtergaele, há atuações magistrais de Marco Nanini e Fernanda Montenegro.

Foi o início de uma nova fase na carreira de Selton Melo, que tem se dedicado ao cinema ou então a participações em seriados e minisséries da Globo. Em 2001, veio a consagração na TV, quando ele interpreta um impagável Caramuru na minissérie “A Invenção do Brasil”, dirigida por Guel Arraes.

Ao mesmo tempo, estreia no cinema com o filme “Lavoura Arcaica” (2001), inspirado no romance de Raduan Nassar e dirigido por Luiz Fernando de Carvalho. Atuou ao lado de Raul Cortez como protagonista do filme, que conquistou vários prêmios no Brasil e exterior. Selton Mello recebeu o prêmio de melhor ator em 2001 no Festival de Brasília. Vieram outros sucessos como “Lisbela e o Prisioneiro” (2003), “Árido Movie” (2006), “Os Desafinados” (2008).

Em 2007, tomou uma decisão radical. Foi convidado por Gilberto Braga para viver o vilão Olavo na telenovela “Paraíso Tropical”, e recusou, em troca do projeto cinematográfico “Meu Nome Não é Johnny”, inspirado na experiência real de João Guilherme Estrella, um ex-traficante carioca. O filme foi apresentado em 2008. Em 2009, Selton protagonizou o filme “Jean Charles”, em que interpreta o brasileiro assassinado no metrô de Londres pela polícia ao ser confundido com um terrorista.

Em 2008, estreou na direção com o longa “Feliz Natal” e participou financeiramente do filme “O Cheiro do Ralo”, do qual é protagonista. Seu personagem mais recente é um policial no thriller “Federal (2010)". Integra o elenco de seu primeiro filme internacional, “Lope”, uma produção hispano-brasileira dirigida por Andrucha Waddington, sobre o poeta espanhol Lope de Vega. Na TV Globo, interpreta o médico com poderes sobrenaturais Dimas Bevilláqua na minissérie “A Cura”.

 

<span>Selton Mello em cena no filme "Cheiro do Ralo"</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>O atores e irmãos Selton e Danton Mello</span> - <strong>Foto: Ag News</strong> <span>Selton Mello nas filmagens de "Jean Charles",com Vanessa Giácomo, em Londres</span> - <strong>Foto: - Divulgação</strong> <span>O ator na pele do traficante João Estrela, no filme "Meu Nome Não É Johnny"</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>O ator e a atriz Luana Piovani em cena no filme "Mulher Invisível"</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong>

 

Televisão

Novelas
1979 – Marron Glacê
1980 – As Três Marias
1981 – Dona Santa
1983 – Braço de Ferro
1984 – Corpo a Corpo
1986 – Sinhá Moça
1988 –Fera Radical
1989 – O Salvador da Pátria
1990 – Desejo
1992 – Pedra sobre Pedra
1993 – Olho no Olho
1994 – Tropicaliente
1995 – A Próxima Vítima
1997 – A Indomada
1999- Força de um Desejo

Minisséries e especiais

1986 – Caso Verdade – Diário de um Adolescente
1993 – Você Decide – Laços de Sangue
1996 – A Comédia da Vida Privada – O Grande Amor da Minha Vida
1996 – A Comédia da Vida Privada – Parece que Foi Ontem
1997 – A Guerra de Canudos
1999 – O Auto da Compadecida
2000 – A Invenção do Brasil
2000 – Brava Gente
2001 – Os Maias
2001 – Os Normais – Um Sábado Normal
2003 – Casseta & Planeta, Urgente!
2004 – Os Aspones
2007 – O Sistema
2010 – A Cura

Cinema

1990- Uma Escola Atrapalhada
1993 – Lamarca
1995 – Flora
1995 – Razão para Crê
1996 – O Que é Isso, Companheiro?
2001 – Lavoura Arcaica
2003 – Lisbela e o Prisioneiro
2004 – O Coronel e o Lobisomem
2004 – Garotas do ABC
2004 – Nina
2006 – Árido Movie
2006 – Tarantino’s Mind
2007 – O Cheiro do Ralo
2007 – Os Penetras
2008 – Feliz Natal
2008 – A Erva do Rato
2008 – Os Desafinados
2009 – Reflexões de um Liquidificador
2009 – A Mulher Invisível
2009 – Jean Charles
2010 – Lope
2010 - Federal

Selton é irmão do ator Danton Melo, que começou antes na TV, mas hoje é menos famoso. O diretor de “Feliz Natal” procura viver longe dos holofotes das celebridades. Discreto, não costuma exibir suas conquistas e se coloca como pouco namorador.
Apesar de evitar ao máximo dar combustível para que se fale de sua vida pessoal, uma briga com o colega de profissão Pedro Cardoso veio a público recentemente.
A coisa ficou feia entre os dois em outubro de 2008. Cardoso acusou Selton de mostrar cenas sensuais de sua namorada, a atriz Graziela Moretto, em uma sessão privê para amigos. A atriz gravou as cenas para o filme “Feliz Natal”, dirigido por Selton Mello. Por conta do episódio, Pedro Cardoso divulgou um manifesto contra a pornografia no cinema e na televisão em 2008.
Pedro alfinetou Selton claramente no manifesto: “qualquer cineasta de primeiro filme se acha no direito de determinar que uma atriz deve ficar pelada em tal cena, ou sumariamente vestida, ou levando um malho, ou beijando calorosamente dez minutos um ator que ela acabou de conhecer”. A crítica do ator continuava afirmando que os resultados de algumas gravações não eram utilizados apenas profissionalmente.
Em seu blog, Selton Melo disse que o filme foi concebido e realizado “com delicadeza, sentimento que reinou antes, durante e mesmo depois das filmagens (...)”.
Em entrevista dada à revista “TPM”, Selton Melo diz que não é muito namorador. Teve um relacionamento de três anos com a atriz Danielle Winits. Recentemente, declarou que teve o que chamou de “amizade colorida” com Luana Piovani, que ele conheceu durante as filmagens de “A Mulher Invisível”, em 2009. Em agosto de 2010, em entrevista à revista “Veja”, Selton Melo afirmou ter se recuperado de uma depressão que o assombrou em 2009  após a decisão de cortar os remédios que tomava para emagrecer. Admitiu que estava viciado.
 

Ver de novo