iG - Internet Group

iBest

brTurbo

iG Gente


Pesquisar:

enhanced by Google


Home iGGenteNotícias

Notícias


29/10 - 16:28

Fernanda Machado: "Ser ator no Brasil é um perrengue"

Thayana Nunes, iG São Paulo


Os últimos meses têm sido tumultuados para a atriz Fernanda Machado. Após realizar uma turnê pelo País com a peça “Mente Mentira”, em que atua ao lado do ator Malvino Salvador, a paranaense de 30 anos, nascida em Maringá (PR), precisou organizar sua vida entre a temporada da peça em São Paulo, sua rotina com o então namorado, o fotógrafo Marcelo Faustini, no Rio de Janeiro, e o início das gravações em Florianópolis (SC) da próxima novela da Globo, “Insensato Coração”.

 

 

TV Globo

 

 

Toda essa atribulação é resultado de uma carreira que Fernanda vem construindo há mais de uma década. Dos palcos de Curitiba, cidade para onde se mudou aos 17 anos em busca do sonho de viver do teatro, foi um pulo para ser descoberta por um “olheiro” da Globo e engrossar o elenco da emissora. Em apenas seis anos, Fernanda já fez três novelas, seriados, e está dando início às gravações de sua próxima trama, a segunda em horário nobre.

 

Mas a agenda lotada da atriz acabou causando alguns contratempos em sua vida. Fernanda acaba de revelar o fim de seu relacionamento com Marcelo, com quem esteve por três anos. A notícia veio direto da capital catarinense, onde Fernanda está gravando as primeiras cenas da trama de Gilberto Braga.

 

AgNews
Fernanda terminou há um mês o namoro de três anos com o fotógrafo Marcelo Faustini

 

 

Em São Paulo, durante os bastidores da peça "Mente Mentira", que termina sua temporada neste domingo (31), Fernanda conversou com o iG Gente sobre esse momento de sua vida e como está se sentindo aos 30 anos de idade, completados neste mês. "Levo uma vida absolutamente comum", disse a " menina do interior". Confira trechos do bate papo: 

 

iG: Você acaba de completar 30 anos. Como se sente?
Fernanda Machado:
Estou adorando poder chegar até aqui, com saúde, com uma historinha mais ou menos encaminhada. Mas me dá aquela aflição, eu quero ter neném, mas eu fico esperando, “será que vou poder ter com 38?”.

 

iG: Você quer ter muitos filhos?
Fernanda Machado:
Eu adoro criança, minha família mora longa, eu não sei se eu ia dar conta de cuidar, trabalhando do jeito que eu trabalho hoje. Eu quero poder estar numa situação bem tranquila para poder parar de trabalhar. Então você começa a ficar um pouco aflita... começa a fazer contas, “ah, pera aí, quanto tempo eu tenho para ficar enrolando desse jeito?”.

 

 

Thayana Nunes
Fernanda no backstage da peça "Mente Mentira"

 

 

iG: Tem vontade de se casar?
Fernanda Machado:
 Claro, mas estou pensando na minha vida profissional agora.

 

iG: Você é de Maringá (PR), viveu em Curitiba e hoje mora no Rio de Janeiro. Você tem saudades de cidade pequena, gosta de ser menina do interior?
Fernanda Machado:
Adoro ser menina do interior. A gente brinca, eu sou VIP: Vinda do Interior do Paraná (risos). Eu sempre me senti assim, porque é bacana ser de Maringá. Tenho o maior orgulho de ser de onde eu sou. Mas imagina só, antes eu levava 10 horas para chegar ao mar, e hoje moro pertinho.

 

iG: Com quantos anos você foi morar em Curitiba?
Fernanda Machado:
Com 17 anos, não conhecia ninguém. Mas é o gostoso, ter a cidade grande para desbravar, para perder o medo das coisas.

 

iG: Como você lida com a fama?
Fernanda Machado:
Tem uma coisa engraçada em mim que eu acho muito legal. Não é todo mundo que me reconhece, estou sempre com um cabelo diferente, então sempre tem uma dúvida das pessoas. Acho que com mulher é diferente ou se eu sou muito discreta. Quando passeio com a Ana Paula (Arósio) no shopping por exemplo, ninguém vem falar com a gente. Acho que se a gente tira a maquiagem, coloca um chinelinho, passa batido, ninguém te percebe.

 

 

AgNews

Fernanda e Malvino: além da peça "Mente Mentira", a dupla já atuou junto em outras duas novelas

 

 

iG: Mas mudou algo na sua vida depois que você se tornou uma atriz conhecida em todo o País, certo?
Fernanda Machado:
Não vivo como uma pessoa que é famosa ou extremamente conhecida. Vivo como uma pessoa normal. A minha vida é absolutamente comum. Vou ao mercado, cuido da minha casa, vou ao banco, ando de metrô em São Paulo, adoro andar de metrô! Não tenho grilo nenhum. Sei lá, talvez a Xuxa tenha problema com isso, mas eu não.

 

iG: Agora você está no teatro, mas já passou por quatro novelas, séries, e fez dois filmes. Você se considera uma atriz de teatro, televisão ou cinema?
Fernanda Machado:
A televisão nunca foi alguma coisa que passou pela minha cabeça. Com 12 anos, vi um espetáculo de mímica clássica que mexeu muito com a minha cabeça, a coisa da arte, do lúdico, da magia. E quis fazer parte desse universo. Aí, as coisas foram acontecendo. Mas nunca vislumbrei somente a televisão.

 

iG: Você já declarou que teve vários convites para posar nua, mas nunca aceitou. E hoje, aceitaria?
Fernanda Machado:
Hoje, acho que não, mas a gente nunca sabe a cabeça da gente. Não é minha praia, nunca usei decotes e roupas curtas. Quando não combina com você, não adianta você forçar uma barra. Um dia, se eu precisar de dinheiro, quem sabe? Não cresci num lugar que tem praia, nunca fui de usar roupa curta e decotada. Tem gente que esse exibicionismo com o corpo. Eu não.

 

iG: Como você gosta de se vestir?

Fernanda Machado: Sou tranquila, não sou de seguir moda. Gosto de me vestir bem. Mas lembro da época de quando eu morava em Curitiba. Eu era uma pessoa toda 'darkizinha', andava de coturno, de capuz na cabeça, cachecol. Coturno do exército mesmo, a gente comprava lá na casa dos militares. 

 

iG: O que é para você ser ator hoje no Brasil?
Fernanda Machado:
É um perrengue, né? Não é fácil. A gente rala pra caramba, é muito instável. Muita gente que trabalha muito às vezes não consegue ganhar a grana que muita gente que não trabalha ganha. Eu conheço grandes atores que estão até hoje ferrados e sem grana, e pessoas que caíram de pára-quedas e estão milionárias. É surreal. Ser ator no Brasil é um negócio difícil. Tem que ser persistente.

 

iG: Então você se considera uma pessoa de sorte, que persistiu?
Fernanda Machado:
É, foi sorte. Mas eu quis fazer o caminho da formação. Não é o caminho que muita gente da minha idade faz. Resolvi fazer artes cênicas, é a minha praia. Não conhecia ninguém nessa área, ninguém me apadrinhou. Se eu precisasse alguém pra me indicar, eu não ia ter. Não conhecia ninguém na Globo. Para mim, o único caminho era estudar, porque eu sou filha de um contador e de uma pedagoga e não conhecia ninguém nesse ramo.

 

 

Thayana Nunes
A peça "Mente Mentira" estreia sua temporada no dia 12 de novembro no Rio de Janeiro

 

 




Compartilhe



Você tem mais informações? Envie para o Minha Notícia


IMPRIMIR

|

ENVIE POR EMAIL

|

ADICIONE A FAVORITOS

|

iG CELULAR


.



.

.



Contador de notícias