iG - Internet Group

iBest

brTurbo

iG Gente


Pesquisar:

enhanced by Google


Home iGGenteNotícias

Notícias


19/08 - 20:48

Juliana Paes estreia como apresentadora em "Por um fio": "Ser fofinha demais o tempo todo é entediante!"

Thayana Nunes, iG São Paulo


Grávida de cinco meses de Pedro, seu primeiro filho com o marido Carlos Eduardo Baptista, Juliana Paes estreia como apresentadora no reality show “Por Um Fio”, do GNT, no dia 24 de setembro. Inspirado no formato de "Shear Genius", reality apresentado pela brasileira Camila Alves nos Estados Unidos, a competição vai reunir 12 cabeleireiros, que disputam um prêmio de R$ 50 mil e um editorial em uma revista.

 

Juliana, que é dona de um salão de beleza com a família em Niterói, diz que a troca de farpas nos bastidores foi grande e o desafio de deixar o lado fofinha de lado maior ainda. “Fui muito franca, porque é isso que eu espero de uma apresentadora”, diz. A maternidade, no entanto, fez Juliana deslizar em alguns momentos...

 

[Acompanhe as notícias da gravidez de Juliana Paes no Twitter do iG Gente. Clique aqui!]

 

Fotos: Divulgação


 

“Num reality show tem muita emoção rolando e esse é meu ‘calcanhar de Aquiles’ (risos). Me emociono e já perco o fio da meada, ainda mais agora eu estou com hormônio lá em cima. Encontrar esse caminho de não ser a chatinha lacrimejante foi difícil.”

 

iG Gente conversou com a atriz nesta quinta-feira (18), em São Paulo, no estúdio onde foram gravadas as provas do programa...

 

Como é a Juliana Paes apresentadora?
Eu mantive minha espontaneidade, mas ao mesmo tempo tive que ter uma postura meio séria para intermediar as discussões, que eram ferrenhas na sala de eliminação! Tinha gente que brigava, e saía até palavrão.  Eu não criei uma 'persona apresentadora': é o meu jeito, com as minhas brincadeiras, que podem agradar ou não. Fui muito franca, porque é isso que eu espero de uma apresentadora. Ser fofinha demais, boazinha demais, o tempo todo, é entediante!

 

Você se inspirou em outras apresentadoras desse gênero de reality, como a Camila Alves  (Shear Genius), a Heidi Klum (Project Runway) ou Fernanda Motta (Brazil’s Next top Model)?
Eu vejo os programas, adoro os programas, mas acho que eu jamais saberia fazer como elas. Tenho a sensação que estão usando um teleprompter e, de fato, estão na maioria das vezes. Eu nunca usei teleprompter aqui e aí você vai dar uma gaguejadinha, mas a gente queria isso mesmo. Eu estava improvisando e esse é o nosso jeito de ser diferente.

 

 

 

Tem algum bordão que você usou no programa, na hora de mandar alguém para casa?
Eu sempre falava nas eliminações: ‘Quem ficou por um fio é...’. Usei em quase todos os programas. A televisão pede esse tipo de coisa.

 

Qual foi o pior corte de cabelo que você já teve?
Foi aos 8 anos, quando teve infestação de piolho na escola. Minha mãe cortou meu cabelo de Joãozinho e fiquei muito feia... Meu pai ficou uma semana sem falar com ela. Foi um trauma de infância!

 

Você falou que adora desafios, você já se arrependeu de ter ou não ter feito algum trabalho?
Eu me gabo disso: não me arrependo de nada que eu já fiz e de nada que eu não fiz. Acho que todas as coisas que eu fiz me trouxeram até aqui. E eu estou feliz com isso, sabe? Sou feliz com o meu momento presente. Como a Elza Soares fala:  ‘My name is now’. Meu negócio é o agora. Se me sentir desafiada e feliz, eu estou dentro!

 

Ver o Márcio Garcia, seu colega em “Caminho das Índias”, dirigindo “Bed and Breakfest” te deu vontade de passar para o outro lado da câmera?
Um dia eu vou dirigir. Eu já pensei  ‘humm, não colocaria essa câmera aí’, e quando você começa a ter uma vontade de colocar o dedo, está surgindo uma vontade de criar. Não tenho nada programado, mas daqui a uns anos eu vou querer dirigir, sim.

 

 




Compartilhe



Você tem mais informações? Envie para o Minha Notícia


IMPRIMIR

|

ENVIE POR EMAIL

|

ADICIONE A FAVORITOS

|

iG CELULAR


.



.

.



Contador de notícias