iG - Internet Group

iBest

brTurbo

iG Gente


Pesquisar:

enhanced by Google


Home iGGenteNotícias

Notícias


02/07 - 18:17

"Nunca olhei para o mercado como competição", diz Adriana Lima em entrevista exclusiva

Isabelle Mani, iG São Paulo


Adriana Lima faz parte do grupo de brasileiros que conseguiram alcançar sucesso e reconhecimento internacional. Modelo desde os 14 anos, quando ficou em segundo lugar no concurso de novos talentos Supermodel of The World, Adriana, de 29 anos, é considerada pela mídia especializada como uma das modelos mais bem sucedidas do mercado.

 

É dela o quinto lugar na lista das “Money Girls”, do site “Models.Com”, referência no segmento. Também, pudera: de 2006 a 2009 ela ocupou a quarta posição no ranking das modelos que mais faturam segundo a revista americana “Forbes”. De acordo com a publicação, os rendimentos dela giram em torno de US$7,5 milhões. E esse não é o único ranking da “Forbes” do qual ela já fez parte, pois em 2005 e 2006 a top esteve na lista das “celebridades mais influentes do planeta”.

 

Getty Images
 

 

Nascida em Salvador, na Bahia, Adriana se mudou para Nova York, onde vive até hoje, aos 16 anos. Famosa tanto pela combinação dos traços exóticos quanto pela imagem sexy que construiu ao longo dos anos como uma das “Angels” principais da Victoria’s Secret, Adriana é uma das poucas de seu ramo que conseguiu migrar do mundo da moda para o de Hollywood.

 

Do namoro de dois anos com o cantor Lenny Kravitz a uma participação especial como ela mesma no hit-show “Ugly Betty”, Lima já é um personagem no mundo das celebridades, e com direito a polêmica: em 2006 ela foi coroada pela revista americana “GQ” como a “virgem mais voluptuosa do planeta”, por conta da declaração que deu à publicação de que, para ela, “sexo é só para depois do casamento”.

 

Hoje em dia ela é casada com o jogador de basquete sérvio Marko Jaric, e é mãe de uma menina, Valentina, de sete meses. Adriana e família vivem em Madri, na Espanha, onde Jaric defende a camisa do Real Madrid. Confira a entrevista que a top concedeu ao iG Gente por email.

 

iG -Você cresceu em frente às câmeras, com o mundo assistindo a cada passo. De que forma isso influenciou no se crescimento?

 

Adriana Lima - Eu realmente amo o que faço. Então crescer fazendo isso, modelando, me faz sentir muito sortuda e abençoada. Quando não estou trabalhando sou diferente de como as pessoas me vêem nas campanhas e editoriais: sou muito reservada e passo a maior parte do meu tempo com a minha família. Um dos aspectos do meu trabalho que realmente me influenciou e talhou minha personalidade são as viagens. Deixei minha casa muito nova e tive que passar muito tempo longe da minha família. Isso me fez dar muito valor aos meus relacionamentos e ao tempo que passo as pessoas que amo, como minha família e meus amigos.

 

iG -Você está na lista das modelos mais bem pagas do mundo há muitos anos, e é considerada pelo “Models.Com” como uma das maiores “Money.Girls”. Ao que você credita seu sucesso?

 

AL- Me sinto muito bem de ser paga para fazer algo que amo. É um trabalho duro e há muita coisa envolvida no processo, mas vale a pena.

 

iG - Hoje em dia você tem a sua família, é casada e mãe de uma menina. Você acha que o seu “poder de venda” mudou agora ou que o olho público tenha passado a enxergá-la de forma diferente por causa da sua nova fase?

 

AL- Mulheres de todo o planeta lidam com muitas responsabilidades ao mesmo tempo em suas vidas, e se dividem entre a carreira e o cuidado com os filhos. Como agora minha vida é diferente e eu tenho uma família, sinto que eu passei a me conectar com uma parcela maior de pessoas, que podem se relacionar com vários aspectos da minha vida.

 

iG - O quanto você participa na administração da sua carreira? Você decide tudo?

 

AL- Tenho um grande – e ótimo - time de pessoas que trabalham muito duro por mim. Sou muito grata a esse time forte de pessoas que entendem meu objetivo principal, que é conseguir balancear a carreira com a minha vida em família.

 

iG - As modelos brasileiras que são contemporâneas de Gisele Bündchen sempre são comparadas com ela, que é considerada a “número 1”. Você já quis ser a “numero 1” ou essa meta nunca existiu?

 

AL - Esse é um ramo criativo, portanto nunca olhei para o mercado como uma competição. Acho ótimo que o mundo reconheça e aprecie todas as belezas diferentes que vêm do Brasil. Nosso País tem tantas pessoas bonitas, então é bacana que o mundo pense assim.

 

iG - Como conciliar o sex-appeal exigido em ensaios e editoriais de moda com seu papel mais importante recentemente: o de mãe?

 

AL - Essa é fácil! Mães são as mulheres mais sexy do mundo!

 

iG - Seu marido a acompanha quando você vai visitar sua família em Salvador?

 

AL- Sim, bastante. Eles o adoram e sempre curtem ter Marko por perto.

 

iG - Em qual direção você quer levar sua carreira nessa nova fase? Quais são suas ambições, o que ainda falta conquistar?

 

AL -Estou sempre pronta para novos desafios, e no meu negócio sempre tem muitas coisas acontecendo. Eu gostaria muito de poder continuar a viajar e conhecer gente tanto dentro quanto fora da indústria.




Compartilhe



Você tem mais informações? Envie para o Minha Notícia


IMPRIMIR

|

ENVIE POR EMAIL

|

ADICIONE A FAVORITOS

|

iG CELULAR


.



.

.



Contador de notícias