iG - Internet Group

iBest

brTurbo

iG Gente


Pesquisar:

enhanced by Google


Home iGGenteNotícias

Notícias


13/07 - 11:38

Angelina Jolie e Brad Pitt: relembre o início do namoro e os momentos marcantes do casal

Priscila Tieppo


Angelina Jolie e Brad Pitt se conheceram durante as filmagens de "Sr. e Sra. Smith" em 2005. Apesar dos rumores de que o casal já estaria se relacionando no set do longa, ambos só assumiram o namoro após o final da rodagem do filme e do casamento do ator com Jennifer Aniston, com quem estava havia cinco anos.

 

Para viver o romance com o galã mais cobiçado de Hollywood, Jolie declarou na época que estava deixando sua vida excêntrica para trás, porque Brad preenchia todo o espaço que havia em seu coração. A atriz, conhecida como a dona dos lábios carnudos mais sexies do mundo, se referia especificamente a relações homossexuais e às drogas.

 

Angelina Jolie começou a se dedicar às causas humanitárias em 2001. Em 2002, ela decidiu adotar um menino no Camboja, durante suas viagens como embaixadora da Boa Vontade da ONU. Maddox, agora com seis anos, não foi registrado pelo marido da atriz na ocasião, o ator Billy Bob Thorton — missão cumprida por Brad Pitt, que assumiu a criança.

 


Amores antigos: Pitt com Jennifer Aniston e Jolie com Billy Bob Thorton

 

Com Angelina, Pitt adotou Zahara na Etiópia no mesmo ano em que o casal se conheceu. Àquelas alturas, ele já acompanhava a amada em suas missões humanitárias. Em 2006, Jolie deu à luz a primeira filha biológica do casal, Shiloh Nouvel, que nasceu na Namíbia. No início de 2007, o casal decidiu aumentar a família e adotou Pax Tien, com três anos, no Vietnã. Todos os filhos adotivos têm o sobrenome Jolie-Pitt.

 

Às 15h (horário de Brasília) de sábado (12), nasceram o quinto e o sexto bebês do casal no Hospital Fondation Lenva, em Nice, no sul da França. Knox Leon e Vivienne Marcheline nasceram de cesariana com 2,27 kg e 2,28 kg respectivamente. Brad Pitt ficou ao lado de Angelina o tempo todo.
 


A vida louca da musa antes de Pitt
O casamento de Brad Pitt e Jennifer Aniston não foi o primeiro a sofrer abalos por causa da sensualidade de Angelina Jolie. Antes disso, em 2000, a atriz conheceu seu segundo marido, Billy Bob Thorton, durante as filmagens de "Alto Controle". Os dois formavam o par romântico do longa e não demorou muito para se apaixonarem na vida real. No mesmo ano, o ator desfez o noivado com a atriz Laura Dern — sem avisá-la — e se casou com Jolie. Laura Dern ficou sabendo que estava sem noivo pelos jornais que noticiaram o casamento de Billy e Angelina.

 

Nessa relação excêntrica, Jolie e Thorton davam demonstrações públicas do amor que sentiam um pelo outro. A mais destacada na época era o fato de ambos carregarem no pescoço um vidrinho com o sangue um do outro. A atriz também chegou a tatuar o nome do marido em seu braço como prova de amor.

 

O primeiro casamento de Jolie aconteceu quando ela tinha 20 anos. O eleito foi o ator Johnny Lee Miller, com quem ela contracenou no filme "Hackers - Piratas de Computador". Após sete meses de namoro, eles se casaram em 1995.  Porém, o romance terminou em 1997. Neste mesmo ano, com 22 anos, Jolie assumiu sua bissexualidade e se envolveu com  a atriz Jenny Shimizu.

 

Um novo rumo para o galã de Hollywood
A maior parte dos relacionamentos de Brad Pitt, assim como de Angelina Jolie, aconteceu durante as rodagem de filmes em Hollywood. O primeiro deles foi com a atriz Julia Ormond, com quem contracenou em "Lendas da Paixão". Depois vieram Juliette Lewis, que conheceu no set de "Dias de Violência", e Gwyneth Paltrow, com quem atuou em "Seven". Com Gwyneth ele formou o casal mais badalado de Hollywood na época e eles chegaram a ficar noivos, mas o relacionamento não avançou.

 

Em 2000, Pitt conheceu Jennifer Aniston, com quem se casou no mesmo ano. A separação veio em 2005, após rumores de crises no relacionamento e de traição, já que no mesmo ano o ator engatou o romance com Angelina Jolie, com quem vive até hoje e com quem realizou o desejo de ser pai. Além disso, Pitt finalmente conseguiu dar um rumo novo à sua vida: já havia tempos que ele reclamava publicamente que estava cansado daquela “vida vazia de badalação em Hollywood” e que achava que poderia fazer mais pela humanidade aproveitando sua imagem e sua condição social. Angelina Jolie, portanto, era o par perfeito para o galã. A família numerosa e feliz não deixa dúvidas quanto a isso.

 




Compartilhe



Você tem mais informações? Envie para o Minha Notícia


IMPRIMIR

|

ENVIE POR EMAIL

|

ADICIONE A FAVORITOS

|

iG CELULAR


.



.

.



Contador de notícias