Tamanho do texto

Ao iG Gente, publicitário fala sobre vida pós-reality, projetos pessoais e fama repentina: "O Brasil inteiro quer te dar"

Vice-campeão do "MasterChef Brasil", Raul Lemos  conquistou uma legião de fãs durante sua participação na segunda temporada do reality. Um ano depois da experiência, o publicitário de 34 anos conta ao iG Gente  como está a vida após a fama e a vontade de se manter na televisão como apresentador de uma das atrações de maior audiência da Band.

Vice do
Divulgação/Band
Vice do "MasterChef", Raul não descarta substituir Ana Paula Padrão: "Adoraria"



+ Vencedora do "MasterChef 2", Izabel ainda não fez o curso que ganhou em Paris

Apesar da derrota para Izabel Alvares , Raul chegou ao fim da segunda temporada como um dos participantes mais queridos pelo público. O sucesso foi tanto que o santista recebeu uma proposta da emissora para apresentar a prévia ao vivo do "MasterChef 3". Para o publicitário, essa é chance de consolidar sua carreira na mídia. "Eu sempre quis trabalhar com televisão. Vejo muito TV, gosto da produção que tem por trás desse mundo", afirma. "Eu sou cara de pau, não tenho vergonha. Mas não iria para a TV se fosse para fazer algo que não concordaria".

Ao lado de Marina Machado , Raul comanda cerca de 30 minutos do programa ao vivo que antecede cada episódio gravado. "Eu achei que fosse tremer o cabeção, mas foi muito legal. É um clima muito bom e tranquilo. Estou muito animado". Com uma possível promoção em mente, o ex-MasterChef não descarta a ideia de substituir Ana Paula Padrão na apresentação do programa principal. "É legal pra caramba [apresentar]. Mas eu só iria se ela falasse 'eu não quero mais'. Mas eu adoraria, de verdade", revela.

+ "MasterChef 3": "Provamos muita coisa ruim, estamos mais exigentes", diz Fogaça

Com milhares de seguidores nas redes sociais, Raul Lemos investiu na força da internet para criar um canal gastronômico em parceria com os ex-participantes Gustavo Bicalho , Fernando Kawasaki e Aritana Maroni . "É um jeito de dar visibilidade e oportunidade para todo mundo. Estamos montando um arsenal no ramo", diz orgulhoso sobre o projeto "Noiz Moscada". "Nessa eu consigo me manter cozinhando, mas também exerço meu lado gestor".

Divulgação/Band
"Eu achava que poderia vencer", afirma Raul


"Sou o campeão do povo"

Mesmo não sendo a opinião de Paola Carosella , Erick Jacquin e Henrique Fogaça , o publicitário afirma que se sente o verdadeiro campeão do "MasterChef 2". "Eu achava que estava dentro dos critérios para vencer, mas eles não tiveram o mesmo critério. A Bel realmente fez um prato mais complicado, apesar das críticas", relembra. "Não tiro nenhum mérito dela. A Bel é campeã do 'MasterChef', mas eu sou campeão do povo. Eu poderia ganhar e a galera não gostar de mim. Hoje eu saio na rua e tiro foto em cada quarteirão. As pessoas me abordam e se surpreendem quando falo que fiquei em segundo lugar", pondera.

+ Paola Carosella explica choro na estreia do "MasterChef 3"

A fama repentina conquistada ao longo de 2015 rendeu alguns incômodos na vida pessoal do ex-MasterChef. Há mais de cinco anos em um relacionamento com  Laura Gianfaldoni , Raul lembra que foi bastante assediado pelas fãs, que lotavam seu celular com nudes e mensagens. "O assédio na internet é muito grande hoje. Nunca me senti tão desejado, recebia nude todos os dias. O Brasil inteiro quer te dar", diz. A situação já foi motivo de muitas brigas com a mulher. "No começo foi mais difícil, mas a gente aprendeu a lidar com isso juntos. Ela é a minha vida", finaliza.




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas