Tamanho do texto

O ator é um ícone entre as produções de comédia, o que não significa necessariamente que todos os seus trabalhos são bons

A comédia é algo muito arriscado de se produzir  na indústria cinematográfica. As chances de o filme ser mediano é mínima: ou ele vai ser engraçadíssimo e as pessoas vão adorar, ou ele vai ser todo errado e o público vai odiar. Não existe meio termo. E, nesse aspecto, Adam Sandler sabe bem como é isso.

Adam Sandler é um ícone dos filmes de comédia
Reprodução
Adam Sandler é um ícone dos filmes de comédia

O ator tem uma carreira memorável atuando desde o fim dos anos 80, e já participou de filmes elogiados, como "Click" (2006), e clássicos da "Sessão da Tarde", como "O Paizão" (1999). Mas não só de sucessos se faz uma longa carreira, então, é claro, Adam Sandler cometeu muitos deslizes ao longo de sua jornada no cinema. Confira e repense alguns títulos do ator que vão fazer você sentir uma certa vergonha saudável.

Como Se Fosse a Primeira Vez (2004)

Reprodução
"Como Se Fosse a Primeira Vez"

Todo mundo já gostou muito desse filme quando jovem, com certeza. No filme, Henry (Adam Sandler) conhece Lucy ( Drew Barrymore ) e se apaixona após passar um tempo de qualidade com a moça. Ele pensa que conheceu a garota dos seus sonhos, mas descobre que ela sofre de perda de memória recente devido a um acidente e ela o esquece no dia seguinte. Sendo assim, Henry se esforça para reconquista-la todos os dias. Parece romântico. Mas pense: todos os dias você acorda sem ter a mínima ideia do que foi feito nos últimos anos da sua vida. Não bastasse isso, você descobre que tem um marido e alguns filhos os quais você não faz ideia de onde saíram, quem são e o que aconteceu, e de alguma forma o cara ainda acha que é tranquilo ele ter desenvolvido toda uma vida com você, a qual você não lembra. Um pouco assustador, não?

Eu os Declaro Marido e… Larry (2007)

Dois bombeiros solteiros e héteros resolvem fingir que são um casal gay para conseguir receber benefícios para parceiros domésticos. Na verdade, a intenção do filme não é ridicularizar a situação de casais homossexuais , mas sim fazer uma crítica - o que não é algo muito fácil de ser feito em comédias no estilo "besteirol"; o que acabou ficando, de fato, bastante tosco.

Zohan: Um Agente Bom de Corte (2008)

Zohan (Adam Sandler) é um agente do alto comando militar de Israel que forja sua morte no campo de batalha para fugir e realizar seu sonho de se tornar cabeleireiro em Nova York. Quando as coisas não saem de acordo com os seus planos por causa de seu estilo "antiquado", ele decide se adptar à cidade e continuar insistindo na carreira, mas quando ele é descoberto na nova cidade as coisas mudam de figura.

Cada um tem a Gêmea que Merece (2011)

De longe o pior filme dessa lista e de toda a filmografia do ator. Jack (Sandler) é um publicitário bem sucedido, casado com Erin ( Katie Holmes ) e levando uma vida pacata com sua família em Los Angeles. Uma vez por ano, sua irmã gêmea Jill (também interpretada por Sandler) visita a família para o Dia de Ação de Graças a e vira a vida de todos de cabeça para baixo. Mas, este ano, ela tem uma surpresa e decide que não quer ir embora.

Reprodução
"Cada um tem a Gêmea que Merece"