Tamanho do texto

Pessoas próximas a socialite assistiram ao vídeo vazado na internet e afirmaram que a garota exposta não parece sequer com Kylie Jenner

Segundo o site de fofocas das celebridades TMZ, fontes próximas a Kylie Jenner , irmã de Kim Kardashian, afirmaram que um vídeo vazado onde mostra duas pessoas fazendo sexo em um banheiro não é da socialite com o seu namorado, Tyga . A crença decorreu do fato da mulher em questão no vídeo estar com estilo muito parecido com o de Kylie incluindo o estilo e a cor loira do cabelo.

A socialite Kylie Jenner e seu namorado Tyga foram apontados como o casal de um vídeo de sexo vazado
Reprodução
A socialite Kylie Jenner e seu namorado Tyga foram apontados como o casal de um vídeo de sexo vazado


Leia mais:  Kylie Jenner mostra curvas com foto de lingerie e ganha 2 milhões de curtidas

A confusão começou com um snapchat de Kylie de alguns meses atrás que mostrava vestimentas pretas e um penteado com tranças loiras que foram relacionadas posteriormente com as roupas da garota que teve seu momento íntimo exposto. Segundo o TMZ, apesar do estilo muito parecido, os amigos da socialite assistiram ao vídeo e afirmaram que a garota em questão sequer parece com Kylie.

Leia mais:  Kylie Jenner está grávida de seu primeiro filho, afirma revista

A socialite já recebeu propostas no ano passado para que ela realizasse com Tyga vídeos pornôs, com ofertas de até U$ 10 milhões, o equivalente atualmente a R$ 32 milhões de reais, segundo o TMZ. A proposta veio da Vivid Entertainment logo após Kylie completar 18 anos e tornar-se legalmente maior de idade.

Leia mais:  Kylie e Kendall Jenner são alvo de ataque com ovos em evento na Austrália

A nudez na internet

Entretanto, esta não é a primeira vez que a família das Kardashians tem seus momentos íntimos vazados. Em 2007, a irmã de Kylie, Kim Kardashian, teve um vídeo dela em uma relação sexual com o rapper Ray J divulgado na internet. Apesar dos boatos afirmarem que a socialite poderia ter causado a própria propagação do material, divulgar imagens e vídeos com conteúdo íntimo na internet sem consentimento dos envolvidos é crime. O caso de maior notoriedade sobre divulgação de conteúdo íntimo mais recente foi o do estadunidense Ryan Collins que teve 18 meses de prisão decretado este ano depois de invadir as redes de celebridades como Jennifer Lawrence, Rihanna e Kate Upton em 2014 e vazar as fotos nuas das artistas na internet.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas