Tamanho do texto

Tippi Hedren, protagonista de "Os Pássaros", veio a público para denunciar abusos que sofria do diretor em sets de gravação em sua biografia; confira

A atriz Tippi Hedren revelou em sua biografia (“Tippi”, que estará disponível a partir de terça-feira (1º) que o diretor Alfred Hitchcock, com quem trabalhou no filme “Os Pássaros” e “Marnie”, havia abusado sexualmente dela durante as gravações das produções. Em seu livro, Hedren conta sobre tudo que sofreu durante essa fase de sua carreira. “Foi terrível, um momento terrível”, fala a atriz. Em 2012, a vida da atriz inspirou o filme “The Girl” do canal HBO, porém sua nova biografia apresenta uma nova perspectiva sobre sua relação com o diretor.

                Leia mais:  "Bates Motel": Rihanna fará papel icônico de Marion Crane em "Psicose

O diretor Alfred Hitchcock é acusado de assédio sexual e abuso por Tippi Hedren, atriz de
Divulgação
O diretor Alfred Hitchcock é acusado de assédio sexual e abuso por Tippi Hedren, atriz de "Os Pássaros".


Terror nas gravações

Tippi Hedren passou seis meses no set de filmagem de “ Os Pássaros ” em 1963 no qual viveu um pesadelo constante ao lado de Alfred Hitchcock , que apresentava comportamentos abusivos e controladores sobre a atriz. Segundo seus relatos, a cada vez que outro homem da equipe interagia com ela, o diretor já assumia outro comportamento: tornava-se frio e a encarava fixamente com um olhar distante. Hitchcock parecia não suportar a ideia de que Tippi não era sua exclusividade – ele teria dito para membros do elenco que não “socializassem” ou “encostassem na garota”.

A atriz ainda relembra em seu livro quando o diretor tentou beijá-la à força no banco de trás de sua limusine em determinada ocasião. Tippi afirma que jamais contou nada do que vivia nas mãos de Hitchcock, pois sua denúncia não seria encarada como algo relevante. “Quem de nós seria mais importante para o estúdio: eu ou ele?”, diz em seu livro. Ademais, esse tipo de assédio sexual não era considerado um problema até meados da década de 1960.

                Leia mais:  Descubra como Hollywood inspira as novelas brasileiras

Tippi Hedren revela detalhes do assédio que sofria de Alfred Hitchcock nas gravações de
Wikimedia Commons
Tippi Hedren revela detalhes do assédio que sofria de Alfred Hitchcock nas gravações de "Os Pássaros".

Ainda sobre o filme “Os Pássaros”, Tippi Hedren revelou que a cena final da produção – em que é atacada por pássaros – seria feita com aves mecânicas, no entanto, o diretor optou por utilizar animais reais. A atriz relembra a angústia das gravações, pois os pássaros a feriram – ela quase perdeu a visão de um dos olhos devido ao ataque das aves. Após esse episódio, Tippi chegou ao seu limite e procurou por ajuda médica. A recomendação era de que ela pausasse as gravações por alguns dias, contudo, ele não concordou e a produção do filme correu sem interrupções.

                Leia mais:  17 filmes imperdíveis da 40ª Mostra Internacional de Cinema

Tippi ainda atuou em “Marnie” com o diretor e o sofrimento teria, mais uma vez, se repetido: Hitchcock teria acesso ao seu camarim e havia solicitado uma máscara com o rosto da atriz. Esse foi o último grande filme dela – ainda que tenha participado de outras produções, nunca obteve o mesmo sucesso que em seus trabalhos com Alfred Hitchcock. “Ele pode ter destruído minha carreira , porém nunca lhe dei o poder de destruir minha vida” acrescenta Tippi Hedren sobre o caso.

Diretor

Alfred Hitchcock morreu em 1980 e foi um dos direitores de cinema mais importantes da história. Conhecido, também, como "mestre do suspense", Hitchcock criou alguns dos maiores títulos do gênero na sétima arte: " Psicose ", "Os Pássaros", "Um Corpo Que Cai" e " Janela Indiscreta" são algumas de suas produções. Seu legado para a arte é indiscutível, pois Hitchcock criou uma linguagem única e inovadora em seus filmes.