Hubs de Gente

enhanced by Google
 

Drew Barrymore

Posição no Ranking dos famosos:
Compartilhar:
  • Nome

    Drew Barrymore

  • Idade

    36 anos (22/02/1975)

  • Naturalidade

    Culver City (Estados Unidos)

  • Signo

    Peixes

  • Status

    Namorando Justin Long

A carreira precoce de Drew Barrymore na TV e no cinema fez com que sua infância fosse marcada por alcoolismo e dependência química. Chegou a ser internada para se tratar. Aos sete anos já era famosa por sua atuação no clássico “E.T. – O Extraterrestre”, aos nove era alcoólatra. Aos 10, consumia cocaína. Chegou a escrever um livro para narrrar suas desventuras na infância e adolescência. Está atualmente com o também ator Justin Long.

Ler biografia completa

FAMOSOS RELACIONADOS

  • Katie Holmes
  • Sarah Jessica Parker
  • Jennifer Aniston
  • Johnny Depp
  • Brad Pitt
  • Robert Pattinson

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todas as notícias

Drew Barrymore no Twitter

Siga o Twitter do iG Gente

Biografia completa de Drew Barrymore

BIOGRAFIA

Filha do ator John Drew Barrymore Jr. e da atriz húngara Ildiko Jaid Barrymore, Drew Barrymore começou cedo a carreira de atriz. Aos 11 meses de idade fez seu primeiro comercial, aos dois anos seu primeiro filme para a televisão - “Suddenly, Love” -, em que interpretou um menino. Três anos mais tarde, estrelou “Bogie”. Aos sete, viraria uma estrela mirim reconhecida no mundo todo ao participar do grande sucesso “E.T – O Extraterrestre”, dirigido por Steven Spielberg e vencedor de quatro Oscars, lançado em 1982. Infelizmente, a carreira precoce levou a rumos indesejados em sua vida pessoal. Drew tinha apenas nove anos e era alcoólatra; com dez anos ingressou nas drogas. No ápice da adolescência, aos 14, a atriz seria internada em uma clínica de reabilitação.

Em 1984, Drew estrelou em “Firestarter”, longa com roteiro de Stephen King - rei dos contos de horror fantástico e ficção -, surpreendendo o público com sua atuação. No mesmo ano, apareceria nas telas do cinema em “Irreconcilable Differences”, filme que rendeu sua primeira nomeação como melhor atriz coadjuvante para o Globo de Ouro. A carreira decolava, mas os problemas familiares começavam a se intensificar. Atuando em “Olhos de Gato”, em 1985, e “Babes in Toyland”, em 1986, Drew frequentava festas de adultos, e se viciava em álcool. Um ano depois, a pequena Drew começou a engordar, perdendo alguns contratos profissionais.

Viciada em cocaína, Drew foi internada em uma clínica pela mãe, onde ficou por um ano. Durante este período, a jovem deu uma pausa na reabilitação para iniciar as gravações do filme “Far from Home”. Sua experiência na clínica seria descrita depois em uma autobiografia, “Little Girl Lost“ – um dos livros mais vendidos naquele ano. Antes de retomar a carreira, no entanto, a atriz trabalhou como garçonete. Voltou ao cinema apenas em 1991, estrelando o filme “Motorama”. No ano seguinte, foi convidada para protagonizar o bem-sucedido “Relação Indecente”.

Após uma série de participações em filmes e minisséries para a televisão, Drew abriu em 1995 uma produtora própria com sua assistente Nancy Juvonen, a Flowers Films. No mesmo ano, contracenou com Whoopi Goldberg e Mary-Louise Parker em “Somente elas”, protagonizou “Amor Louco” ao lado de Chris O’Donnell e participou de “Eternamente Batman”. Um ano depois participou do musical “Todos Dizem Eu Te Amo” e “Pânico”. Em 1997, foi a vez de “Coisas de casais” e “Padrinhos de Casamento” – contando com a presença do seu namorado na época, Luke Wilson. Nesse ano, Drew Barrymore foi escolhida pela revista “People” como uma das 50 pessoas mais bonitas do mundo.

Em 1998 participou de três filmes, dois deles grandes sucessos até hoje: “Nosso Louco Amor”, “Afinado no Amor” e “Para Sempre Cinderela”. Em 1999, a Flower Films produziu o primeiro filme - “Nunca fui Beijada” -, em que Drew atuou como protagonista também. Um ano depois, produziu e interpretou uma das “As Panteras”, ao lado de Cameron Diaz  e Lucy Liu. A sequência do filme viria em 2003, com “As Panteras Detonando”.

A virada do milênio trouxe uma deliciosa comédia ao lado de Adam Sandler, “Como se Fosse a Primeira Vez” (2004). No mesmo ano, Drew recebeu a tão esperada Calçada da Fama. Investiu em um documentário, “The Best Place to Start”, transmitido pela MTV, e estrelou “Amor em Jogo” em 2005. Em 2007 participou do filme “Letra e Música” ao lado do ator Hugh Grant e também em “Bem-Vindo ao Jogo”, ao lado de Eric Bana. Dois anos depois, participaria do “Ele não está tão a fim de você” e “Grey Gardens”, cuja profundidade do personagem resgataria, enfim, uma Drew Barrymore além da comédia ou romance – uma atuação que lhe rendeu um Globo de Ouro. “Garota Fantástica” estrearia, finalmente, sua carreira como diretora.

<span>Drew Barrymore em seu primeiro filme E.T.</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Drew Barrymore</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Drew Barrymore em sua adolescência</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Drew Barrymore e seu namorado Justin Long</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Drew Barrymore</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong>

 

O pai de Drew Barrymore era alcoólatra e violento. Sua mãe, por sua vez, a levava a festas e boates, como o famoso Studio 54. No começo da década de 1980, a pequena atriz já se via envolvida em um mundo de bebidas e drogas, que lhe causariam sérios problemas durante a adolescência. Aos 13 anos, Drew já era viciada em álcool, consumia maconha e era dependente da cocaína. Após chegar a sua casa alterada e destruir diversos objetos, foi internada em uma clínica de reabilitação, onde iria permanecer por um ano. Retornando a sua vida normal, teve uma recaída, voltando espontaneamente ao centro de reabilitação.

Aproveitou suas experiências de início de carreira, vida amorosa e familiar e sua passagem pelo centro de reabilitação para escrever um livro sobre a sua própria história: “Little Girl Lost“, um sucesso de vendas na época. Depois, foi trabalhar como garçonete. Apenas em 1991 voltaria às telas do cinema. Precoce em quase tudo, a atriz se casou pela primeira vez aos 19 anos com o dono de um bar, Jeremy Thomas. A união durou apenas um mês. No mesmo ano, Drew posou nua para a Playboy, sendo uma das atrizes mais jovens a aparecer na revista. Em 2001, casou-se novamente com o comediante Tom Green em uma cerimônia para família e amigos em Malibu, Califórnia, que chegaria ao fim no ano seguinte de forma nada amigável.

Deixando um casamento para trás pela segunda vez, em 2002 conheceu o baterista ítalo-brasileiro Fabrizio Moretti da banda “The Strokes” durante um concerto do grupo. O relacionamento terminou em dezembro de 2006, alguns meses depois de Drew investir em uma longa viagem à África. A aventura rendeu algumas entrevistas e um título de Embaixadora da Organização das Nações Unidas (ONU) no ano seguinte.

Em 2008, Drew compareceu ao programa da Oprah Winfrey acompanhada de Justin Long, com quem contracenou no filme “Amor à distância”. O namoro dos dois começou em 2007, terminou logo em seguida, e foi retomado no ano passado. Desde então, o casal - que doou 1 milhão de dólares para o programa da ONU que luta contra a fome de crianças no Quênia – é visto ora de mãos dadas, ora fugindo dos paparazzi.

Foi o filme “E.T – O Extraterrestre”, dirigido por Spielberg, que projetou a pequena Drew Barrymore no cinema. Após diversas atuações em filmes de romance e comédia, a atriz novamente conquistaria o público com sua interpretação e carisma em “As Panteras”. Boa em fazer o público rir e suspirar, mostrou sua capacidade para incorporar personagens também mais complexos em “Grey Gardens”. Investindo na carreira de produtora e diretora atualmente, Drew não deixa de lado sua função como atriz: em 2010, participou de filme “Amor à distância” e volta às telas em 2011 com o longa “Everybody Loves Whales”.

Filmes

1978: “Suddenly Love” (TV)
1980: “Bogie” (TV)
1980: “Viagens Alucinantes”
1982: “E.T. O Extraterrestre”
1984: “Firestarter” e “Irreconcilable Differences”
1985: “Olhos de Gato” e “Con Sawyer and Hucklemary Finn” (TV)
1986: “Star Fairies” (voz) e “Babes in Toyland” (TV)
1987: “Conspiracy of Love” (TV)
1989: “15 and Getting Straight” (TV), “Te vejo amanhã” e “Far From Home”
1992: “Relação Indecente”, “Waxwork II: Lost in Time”, “Sketch Artist” (TV) e “2000 Malibu Road” (TV)
1993: “The Amy Fisher Story” (TV), “Motorama”,“Guncrazy”, “Sem Refúgio”, ”Doppelganger” e “Quanto mais idiota melhor 2”
1994: “Inside the Goldmine” e “Quatro mulheres e um destino”
1995: “Somente elas”, “Amor Louco”, “Eternamente Batman”, “Saturday Morning Cartoons' Greatest Hits” (Álbum)
1996: “Pânico” e “Todos Dizem Eu te Amo”
1997: “Coisas de casais” e “Padrinhos de Casamento”
1998: “Para sempre Cinderela”, “Afinados no Amor” e “Nosso Louco Amor”
1999: “Olive, the Other Reindeer” (TV) – voz - e “Nunca fui Beijada”
2000: “Adolescência Perdida”, “Titan A.E.” (voz) e “As Panteras”
2001: “Fora de casa”, “Os Garotos da Minha Vida” e “Donnie Darko”
2002: “Confissões de uma Mente Perigosa”
2003: “As Panteras Detonando”, “Duplex”
2004: “Como se Fosse a Primeira Vez”, “The Best Place to Start” (TV), “Ramones: Raw”
2005: “Amor em Jogo”, “Meu encontro com Drew Barrymore” e “Family Guy Presents Stewie Griffin: The Untold Story” (voz)
2006: “George, o Curioso” - voz
2007: “Letra e Musica” e “Bem-vindo ao jogo”
2008: “Perdido pra Cachorro” (voz)
2009: “Ele não Está Tão a Fim de Você”, “Grey Gardens” (TV), “Garota Fantástica” e “Estão todos bem”
2010: “Amor à distância”
2011: “Everybody’s Loves Whales” (estreia)

Produções

1999: “Nunca fui Beijada”, “Olive, the Other Reindeer” (TV)
2000: “As Panteras”, “Donnie Darko”
2003: “As Panteras Detonando”, “Duplex”
2005: “Amor em Jogo”
2008: “Shoot to Kill” (TV)
2009: “Ele não Está tão a Fim de Você” e “Garota Fantástica”
2010: “Tough Love” (TV)

Prêmios e indicações

1983: Premiada como Melhor Atriz Mirim Coadjuvante no Young Artist Awards e indicada na categoria Funções Importantes de Atriz Novata no BAFTA Films Awards por “E.T O Extra-Terrestre”.
1985: Indicada ao Globo de Ouro na categoria Melhor Atriz Coadjuvante por “Irreconcilable Differences” e ao Saturn Award de Melhor Atriz Mirim por “Firestarter”.
1986: Indicada ao Daytime Emmy Awards de Melhor Atriz Mirim por “ABC Weekend Specials” e ao Young Artist Award na categoria Melhor Atriz Mirim por “Olhos de Gato”.
1987: Indicada ao Young Artist Award na categoria Jovens Atrizes Excepcionais em Animação, Série, Especiais ou Participações em Filmes por “Star Fairies”.
1988: Indicada ao Young Artist Awards de Melhor Atriz Jovem na Televisão por “Babes in Toyland”.
1993: Indicada ao Globo de Ouro de Melhor Atriz de Filmes para Televisão e vencedora do Mystfest Award de Melhor Atriz por “Guncrazy”.
1997: Indicada a Melhor Atriz Coadjuvante no Saturn Award por “Pânico”.
1998: Vence o MTV Movie Awards na categoria Melhor Beijo com Adam Sandler em “Afinados no Amor”.
1999: Recebe o Saturn Award de Melhor Atriz, o Blockbuster Entertainment Award de Atriz de Drama\Romance Favorita por “Para Sempre Cinderela”. Leva o Hollywood Film Festival por Atriz do Ano. É indicada ao American Comedy Award de Atriz Principal Mais Engraçada por “Afinados no Amor” e ao prêmio de Melhor Atriz no Chlotrudis Awards. Ganha o Blimp Award de Atriz Favorita por “Afinados no Amor” e homenageada no Young Artist Awards. Indicada ao Teen Choice Award de Atriz por “Nunca fui Beijada”.
2000: É considerada a Estrela Comediante do Ano no ShoWest Convention. Indicada nas categorias de Melhor Beijo e Melhor Performance Feminina no MTV Movie Awards e no Blimp Award de Atriz Favorita por “Nunca fui beijada”, indicada ao Emmy Awards por Programa de Animação com Duração Mais de Uma Hora por “Olive, the Other Reindeer”. Vence o Blockbuster Entertainment Awards como Atriz de Comédia Romântica favorita em “Nunca fui beijada” e indicada a Atriz Principal Mais engraçada no American Comedy Awards pelo mesmo filme.
2001: Prêmio do Blockbuster Entertainment Award na categoria Equipe de Ação Favorita por “As Panteras”. É indicada a Melhor Atriz Coadjuvante em “Adolescência Perdida” no DVD Exclusive Awards. Leva os prêmio de Atriz favorita por “As Panteras” no Blimp Award, Melhor Elenco no MTV Movie Awards e uma indicação na categoria Melhor Luta por “As Panteras”. É indicada pelo Teen Choice Awards na categoria Atriz Favorita por “As Panteras”. Vence o Golden Apple como Artista Favorita do Ano.
2002: Melhor Atriz de Drama por “Os garotos da minha vida” no Stockholm Film Festival e indicada ao Razzie Award na categoria Pior Atriz Coadjuvante por “Fora de Casa”.

2004: Indicada a três categorias no MTV Movie Awards, vencendo em Melhor Elenco por “Como se fosse a Primeira Vez”. Indicada ao Razzie como Pior Atriz por “As Panteras Detonando”. É homenageada no ShoWest Convention. Indicada aos prêmios de Melhor Cena de Beijo, Melhor Química e Atriz Favorita de Comédia por “Como se fosse a primeira vez” no Teen Choice Awards.
2005: Indicada a Melhor Atriz Internacional do Irish Film and Television Awards por “Amor em Jogo” e Atriz Favorita no Blimp Award por “Como se fosse a primeira vez”. Vence o People’s Choice Awards por Melhor Química pelo mesmo filme. É indicada nas categorias Melhor Cena de Beijo, Cena de Filme Mais Romântica e Melhor Química em “Amor em Jogo” e como Atriz Favorita de Comédia pelo mesmo filme no Teen Choice Awards.
2006: Indicada a Melhor Atriz por “Amor em Jogo” no Blimp Award e na categoria Estrela Feminina Mais Divertida no People’s Choice Awards.
2007: Indicada ao Teen Choice Award por Melhor Cena de Beijo em “Letra e Música”.
2008: Recebe o People’s Choice Award como Estrela Feminina e é indicada ao Blimp Award de Atrizes de Cinema Favorita por “Letra e Música”.
2009: Indicada ao Emmy Awards na categoria Melhor Atriz de Minissérie ou Filme por “Grey Gardens”, vencendo o Satellite Award na mesma categoria. Indicada ao prêmio de Melhor Diretora pelo filme “Garota Fantástica” no Stockholm Film Festival.
2010: Leva o Globo de Ouro e o Screen Actors Guild Award de Melhor Atriz em Minissérie ou Filme de TV por “Grey Gardens”. Indicada na categoria Melhor Atriz no People’s Choice Awards.
 

Ver de novo