Todas as agremiações cariocas já tem enredo para o Carnaval 2023; veja

De Zeca Pagodinho aos Búfalos da Ilha do Marajó, as escolas de samba carioca mostraram criatividade nas escolhas dos temas para o próximo Carnaval.

Grande Rio

Com o tema “Ô Zeca, o pagode onde é que é? Andei descalço, de carroça e de trem, procurando por Xerém para te ver, te abraçar, pra beber e batucar”, a atual campeão do Carnaval carioca fará uma homenagem ao cantor Zeca Pagodinho.

Reprodução%3A Instagram

Beija-Flor

A agremiação de Nilópolis traz mais um enredo crítico como já é tradicional. “Brava Gente! O grito dos excluídos no bicentenário da independência”. A escola pretende analisar a Conjuração Baiana ou Revolta dos Alfaiates como um dos primeiros movimentos emancipacionistas do Brasil.

Reprodução%3A Instagram

Viradouro

No próximo carnaval, a escola de samba Viradouro homenageará Rosa Maria Egipciaca, tida como a primeira mulher negra a escrever um livro no Brasil.

Reprodução

Vila Isabel

Depois de homenagear um dos seus principais baluartes, o cantor Martinho da Vila, a agremiação da Zona Norte do Rio, traz o enredo “Nessa Festa eu Levo Fé”. A Vila, portanto, abordará as festas religiosas do Brasil e do mundo.

Reprodução

Portela

Como não poderia ser diferente, a centenária escola de samba de Osvaldo Cruz e Madureira vai contar a sua própria história na avenida. “O Azul que Vem do Infinito”, se debruça sobre os 100 anos de fundação da Portela.

Reprodução

Salgueiro

No enredo Delírios de um Paraíso Vermelho", definido pelo Salgueiro para o próximo Carnaval, a agremiação lembra dos devaneios carnavalescos da época de Joãozinho Trinta.

Reprodução

Mangueira

A Estação Primeira de Mangueira, por sua vez, olha para a Bahia para resgatar as histórias africanas contadas por lá. A verde e rosa, portanto, tem como enredo "As Áfricas que a Bahia canta".

Reprodução

Mocidade Independente

De Padre Miguel vem outro enredo que cita o nordeste do Brasil. A Mocidade Independente apresenta no próximo Carnaval a “Terra de meu Céu Estrelas do Meu Chão”, onde lembra o legado dos artistas do Alto do Moura, discípulos de Mestre Vitalino.

Reprodução

Unidos da Tijuca

Na busca por mais um título, a Unidos da Tijuca investe também na Bahia para levar o Carnaval 2023. Com o enredo “Baía de Todos-os-Santos”, a escola do Borel fala sobre a costa litorânea brasileira localizada no estado da Bahia, bem como suas lendas e histórias.

Reprodução/Unidos da Tijuca

Imperatriz

Com o carnavalesco recém-chegado, Leandro Vieira, a imperatriz é mais uma que mergulha no cenário nordestino para fazer o seu carnaval. A agremiação de Ramos apresentará o enredo “Lampião: chegada ao céu e ao inferno”, contando a história do Rei do Cangaço.

Reprodução

Tuiuti

“Morangueiro de Cara Preta” é o enredo escolhido pela Tuiuti. Tendo esse nome emblemático, a escola vai contar sobre um possível carregamento de búfalos, originários da Índia, que chegaram no Brasil por meio do comércio entre o Ocidente e o Oriente.

Reprodução

Império Serrano

Finalizando as agremiações do Grupo Especial, o Império Serrano homenageará um dos seus principais “imperianos”, o cantor Arlindo Cruz. O enredo “Lugares de Arlindo” promete emocionar ao lembrar da vida e obra do cantor.

Reprodução

Saiba mais!

+ Entre no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Globo/Reprodução