Em uma publicação na segunda-feira em seu site oficial, o cantor e compositor canadense naturalizado americano Neil Young anunciou que, diante da pandemia de coronavírus, ele fará o que muitos outros artistas estão fazendo: transmitir sua música ao vivo pela internet.

Leia também: Jornalista do SBT é acusado de espalhar fake news sobre coronavírus 

Neil Young arrow-options
Reprodução/Instagram/@neilyoungarchives
Neil Young

Leia também: Justiça manda emissora ser retirada do ar; canal recorre

"Como estamos todos em casa e muitos não estão se aventurando fora dela, tentaremos fazer um streaming da minha lareira com minha adorável esposa (a atriz Daryl Hannah) filmando. Será uma produção caseira, algumas músicas, um pouco de tempo juntos", escreveu ele. Segundo Neil Young , em breve as datas serão anunciadas em seu site, na programação do Teatro Hearse e nas mídias sociais “exceto o Facebook”: "Como anunciamos anteriormente, abandonaremos o Facebook muito em breve. Portanto, se você contar com a FB para entrar em contato, prepare-se para uma mudança.”

Leia também: A lista de eventos culturais cancelados devido ao coronavírus 

O músico, de 74 anos, e a banda Crazy Horse se juntaram ano passado para o álbum "Colorado", lançado em outubro, e gravado nesse estado, em um estúdio perto da cidade de Telluride. Ele vem tocando com o Crazy Horse intermitentemente desde 1969 e eles haviam gravado juntos pela última vez em 2012.

Neil Young estará se apresentando em um comício on-line para o pré-candidato democrata à eleição presidencial americana Bernie Sanders, que será transmitido nesta terça à noite. Young também estava planejando fazer uma turnê por arenas antigas, bem antes do surto de coronavírus paralisar o negócio de shows.

    Leia tudo sobre: Facebook

    Veja Também

      Mostrar mais