Woody Allen já está trabalhando em seu próximo filme, ainda sem nome. Prova disso é que o diretor começou a escalar o elenco e Christoph Waltz, de “Bastardos Inglórios”, estará nele. Além do ator, a comédia romântica contará com nomes como Louis Garrel, Elena Anaya, Sergi López e Gina Gershon. As filmagens do longa devem começar em julho, na Espanha.

Leia também: Editoras recusam novo livro de memórias de Woody Allen

A Rainy Day in New York
IMDB
Woody Allen e Selena Gomez nas filmagens de "A Rainy Day in New York"


Este será o primeiro filme de Woody Allen após o ressurgimento de acusações de assédio sexual contra ele. Vale lembrar que “ A Rainy Day in New York ”, já finalizado, teve seu lançamento cancelado pela Amazon Studios, por conta das acusações que voltaram à tona. Por conta disso, o cineasta está processando a empresa por quebra de contrato, de acordo com o site Indie Wire .

Leia também: Woody Allen processa Amazon por não lançar filme após frisson do #Metoo

Woody possuía um contrato de cinco filmes, incluindo “A Rainy Day in New York”, que era para ter sido lançado no ano passado. No entanto, o projeto foi adiado e, depois disso, não ganhou mais nenhuma outra data. No Brasil, a previsão é de que a estreia aconteça ainda em 2019.

A principal acusação ao diretor parte de Dylan Farrow, filha adotiva do diretor e de Mia Farrow, com quem se relacionou por 12 anos. Segundo declarações da mesma, Woody teria abusado sexualmente dela quando tinha apenas sete anos, em 1992.

“Ele segurou minha mão e me levou a um sótão escuro, no segundo andar da nossa casa. Ele pediu para que eu deitasse e brincasse com o trem elétrico do meu irmão. Então, me assediou sexualmente”, contou a jovem em 2014.

Leia também: Modelo diz ter tido caso com Woody Allen quando tinha 16 anos e ele 41

No ano passado, Mira Sorvino, que trabalhou com Allen, escreveu uma carta aberta à Dylan, pedindo desculpas por ter trabalhado com o cineasta. “Admito que, na época em que trabalhei com Woody Allen , eu era uma atriz inocente. Acreditei no retrato que a mídia fez de suas alegações. Achei que fossem o produto de uma briga de custódia entre ele e Mia Farrow. Não me aprofundei na questão, por isso peço desculpas”, disse a atriz ao HuffPost .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários