Parece que a cinebiografia de Elton John, “Rocketman”, desagradou familiares do cantor. Geoff Dwight, meio irmão do astro, criticou a imagem de sua família, sobretudo sobre seu pai, Stanley, afirmando que ele não era homofóbico, como foi retratado no longa.

Leia também: Marido de Elton John diz que ficou aterrorizado ao assistir "Rocketman"

Elton John e o pai, Stanley Dwight
Montagem/Reprodução
Elton John e o pai, Stanley Dwight


Em algumas cenas do filme, é possível ver Elton John , interpretado por Taron Egerton, discutindo com os pais. Além disso, Stanley critica o filho por ler revistas femininas, com medo de que ele seja “afeminado”. No entanto, Geoff Dwight contesta o ponto de vista do longa.

“Essa frieza está a milhares de quilômetros de distância do que o pai era. Ele era produto de uma época em que os homens não saíam abraçados e mostravam seus sentimentos a cada minuto do dia, mas ele tinha muito amor por todos nós”, disse em entrevista ao Mail Online .

Leia também: Rocketman! Os looks mais extravagantes de Elton John

“Papai não tinha um osso homofóbico em seu corpo. Quando Elton se assumiu, papai não se importou. Ele nem sequer menciona isso, porque não era importante para ele”, declarou.

O pai dos irmãos, Stanley, morreu em 1991 e, desde então, os dois só se falaram uma vez. No entanto, questionado sobre um possível desentendimento, Dwight nega. “Não há mal-estar entre mim e Elton, longe disso. Eu o amo, mas nossos caminhos seguiram em direções diferentes”, afirmou.

Leia também: Tiny Dancer! Playlist essencial de Elton John para curtir “Rocketman”

Rocketman ” estreou nos cinemas brasileiros na última quinta-feira (30) e retrata a vida e carreira de Elton John , além de seus maiores sucessos na música.

    Veja Também

      Mostrar mais