Tamanho do texto

Aos 67 anos, ator eternizado pelo personagem Luke Skywalker fala de sua nova incursão na televisão e de relação com o público via redes sociais

Mark Hamill
disney
Mark Hamill já deu declarações controvertidas sobre os rumos de Star Wars

A descrição do papel era algo como “jovem fazendeiro órfão descobre sua vocação lutando com guerrilheiros contra um governo totalitário”. Mark Hamill, ator que acumulava pontas em séries de TV, viu ali a chance de fazer seu primeiro filme. Fez o teste e virou Luke Skywalker, um dos protagonistas de “Star Wars”, que estreou em 1977 no dia 25 maio - que acabou virando o Dia do Orgulho Nerd .

A aventura espacial criada por George Lucas revolucionou a indústria do entretenimento e, de quebra, a carreira de Hamill. "' Star Wars ' mudou minha vida para sempre", diz o ator de 67 anos. "Sou eternamente grato por fazer parte dessa história".

Leia também: Dia do Orgulho Nerd é pauta especial no "Zero 1" com participação de Pyong Lee

Mais que marcar, Luke Skywalker definiu a carreira de Hamill. Em seu verbete na Wikipedia, tudo que ele fez depois está na seção "outros trabalhos". Mas ele garante que, justamente pelo luxo de poder escolher projetos, só faz o que lhe apaixona. Desta vez, é a série de TV "Knightfall", drama histórico sobre os cavaleiros templários. Seu personagem, o veterano e fanático Talus, é a grande atração da segunda temporada, que estreia no Brasil em 30 de maio, quinta-feira, no History Channel.

Em entrevista exclusiva ao Globo , o artista esbanja simpatia, fala de sua nova incursão na TV, diversão via Twitter e, claro, de Star Wars .

Leia também: De bem com o pop? A vida do nerd "fora do armário" é boa, mas tem seus desafios

"O negócio é que, se você faz uma coisa bem, querem que você faça a mesma coisa várias vezes", desabafa ele, que recentemente recebeu críticas de fãs pedindo que se aposentasse. "É um mundo diferente. Mas não dou bola. Me divirto com gente do mundo inteiro vindo me contar de suas vidas, elas se sentem próximas".