O cultuado cineasta Pedro Almodóvar afirmou ter sido vítima de diversas tentativas de abuso sexual no colégio de padres em que estudou quando era criança. Em entrevista dada à edição italiana da revista "Vanity Fair", publicada nesta quarta-feira (8), o espanhol falou pela primeira vez sobre o caso.

Leia também: Famosos de Hollywood prestigiam homenagem a Pedro Almodóvar

Almodóvar fala tentativa de abuso sexual na escola
Divulgação
Almodóvar fala tentativa de abuso sexual na escola

"Lembro de pelo menos 20 meninos que viviam no colégio e tinham sido abusados. Tentaram também comigo, mas sempre consegui escapar", contou Pedro Almodóvar  à 'Vanity Fair'. "Quando eu estava sozinho, não andava, mas corria", concluiu.

O diretor revelou que a experiência no colégio católico acabou lhe marcando para sempre. "Uma experiência atroz. Fizeram de mim uma criança ignorante que passava o tempo cantando, com professores completamente inadequados para a tarefa. No colégio ocorriam muitos abusos, sobretudo com os meninos menores. Eu tinha dez anos e passava ali as 24 horas do dia. No quarto, de noite, contávamos nossas experiências", disse à revista.

Leia também: Almodóvar retorna à grande forma ao unir luto e culpa no melodrama “Julieta”

Antonio Banderas, Pedro Almodóvar e Asier Etxeandia
Divulgação
Antonio Banderas, Pedro Almodóvar e Asier Etxeandia

O diretor de 69 anos está lançando seu novo longa, "Dor e Glória", com o qual concorrerá no Festival de Cinema de Cannes. Almodóvar revelou ainda que os rumores sobre os abusos eram de conhecimento de pessoas fora do colégio, mas que nenhum dos religiosos foi punido.

Segundo o cineasta , os padres acobertavam uns aos outros. Almodóvar conta ainda que na única vez que falou sobre o assunto, durante uma confissão na igreja, o padre pediu para ele "entender" e "não falar com ninguém" sobre as tentativas de abuso.

Leia também: Almodóvar, Von Trier e os diretores que trabalham a sexualidade em seus filmes

"Eu não sei se o Papa está realizando uma revolução ou se ele não está fazendo nada. O que eu sei, é que ele não está fazendo o suficiente. Não apenas contra o abuso, mas também com tudo o que tem a ver com a sexualidade dos padres", criticou Pedro Almodóvar 

    Veja Também

      Mostrar mais