Chamada de madrinha do samba por lançar vários compositores ao mercado fonográfico, Beth Carvalho deixou um grande acervo de canções inéditas, de diferentes autores, em fitas cassetes guardadas em gavetas de um quarto de sua casa.

Leia também: Cantora Beth Carvalho morre no Rio de Janeiro

Beth Carvalho
Reprodução / Instagram
Beth Carvalho

Pelas contas, feitas em 2011 por Beth Carvalho e pelo músico e produtor cultural Paulinho Bicolor - ele passou dois anos restaurando cerca de 600 fitas do acervo da cantora e digitalizando todo esse material -, são cerca de três/quatro mil músicas.

Leia também: Famosos lamentam a morte da cantora Beth Carvalho

"Posso fazer mil outras coisas, mas nada na minha vida vai ser parecido com isso. Foi como entrar em contato com um bem, uma coisa muito preciosa, foi um trabalho de restauração muito importante", conta Paulinho. 

Beth costumava dizer que poderia tirar daquele acervo músicas para gravar discos de inéditas o resto da vida. "Se eu não quisesse mais escutar mais ninguém, tenho acervo para o resto da minha vida. E são obras primas o que temos aqui", disse a madrinha do samba , em uma entrevista à TV Futura , em 2011.

Leia também: 10 sambas inesquecíveis que ajudam a entender o legado de Beth Carvalho

Beth Carvalho  morreu nesta terça-feira (30), no Rio de Janeiro, em decorrência de infecção generalizada

    Leia tudo sobre: músicas

    Veja Também

      Mostrar mais