Tamanho do texto

Museu recebe nudistas em exposição com mais de 170 obras do pintor colombiano Pedro Nel Gómez. Confira mais sobre a exposição inusitada

Museu recebe nudistas em exposição inusitada em Medellín, na Colômbia. Neste sábado (27), a Casa Museu Pedro Nel Gómez permitiu a entrada de várias pessoas nuas para acompanhar uma exposição

Leia também:  Incêndio do Museu Nacional promove apagamento da memória latino-americana

Museu recebe nudistas em exposição do pintor colombiano chamado Pedro Nel Gómez
Reprodução/Youtube
Museu recebe nudistas em exposição do pintor colombiano chamado Pedro Nel Gómez



Museu recebe nudistas  para admirar uma exposição que homenageia o artista Pedro Nel Gómez,  que no século 19 era conhecido por seus trabalhos com humanos nus. A exposição conta com corpos nus nas paredes.

Leia também: Museu homenageia Martin Scorsese por investir no maior acervo de filmes dos EUA
O evento chamado “O Nu, manisfesto e liberdade” foi organizado pelo museu e pela Nude Community Other Story. Em entrevista para rádio colombiana Blau Rádio Nacional, Alvaro Morales, diretor da entidade, afirmou que essa atividade aconteceu pela primeira vez em uma galeria de arte do país e que o objetivo era não censurar o nu e suas ideologias. 

“Houve mais demanda do que havíamos contemplado. A visita foi feita com 43 ou 45 pessoas, que é a capacidade máxima para visitas guiadas. A partir do momento em que começaram a fechar museus e baixar quadros na Europa para nus, decidimos assumir a tarefa. Pedro Nel é um dos grandes artistas de strip da arte colombiana e latino-americana e é por isso que fizemos isso ", disse Morales sobre a exposição.  

Leia também: Fatos que marcaram o Brasil ganham relevo em livro que pretende reavivar memória

“O Nu, manisfesto e liberdade” conta com 170 obras sobre o corpo humano feitos por Pedro Nel Gómez. No museu existem 3.200 obras do pintor. O diretor diz ainda que é uma experiência diferente para todos: “É uma experiência diferente. Em algum momento também emprestamos nosso espaço para evangélicos, para encontros religiosos e no caso dos nus que eu repetia , não vejo que tenha alguma oposição ”, disse ela para rádio.

Como em Paris e Viena que já fizeram exposições parecidas em alguns estabelecimentos, o museu recebe nudistas até o final desde ano, mas as outras pessoas poderão fazer a visita sem ser um passeio de nudismo e com guia. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.