Tamanho do texto

As vezes deixamos algum filme passar pois não gostamos do nome, pôster ou não reconhecemos o elenco. Mas alguns títulos merecem (muito) uma chance

É muito comum zapear pelos canais de filme ou pelos serviços de streaming procurando algo novo para assistir. Todo mundo já passou por isso e as vezes a busca é tão demorada que leva a uma frustrada desistência de assistir o que quer que seja. Quando, ao contrário, escolhemos um filme “no escuro”, damos azar ou sorte e, se tivermos sorte, nos deparamos com  mini obras-primas escondidas por aí, que entram na nossa lista pessoal de melhores filmes.

Leia também: Conheça 20 filmes que mereciam uma continuação - mas nunca tiveram

Filmes independentes que pouco circularam pelos festivais, ou são antigos e passaram do “hype”, ou tem pôsteres nada convidativos podem acabar no esquecimento. Mas alguns longas não merecem ser esquecidos, por isso fizemos uma seleção com os melhores filmes que você provavelmente não conhece, mas deveria amar. Aproveite, e boa sessão!

Leia também: Agora é a hora! Confira 10 diretoras de cinema que merecem atenção

"O que Fazemos nas Sombras"

Antes de dirigir Thor, Taika Waititi escreveu, dirigiu e protagonizou o divertido
Divulgação
Antes de dirigir Thor, Taika Waititi escreveu, dirigiu e protagonizou o divertido "O que fazemos nas sombras"

Em novembro o nome de Taika Waititi vai estar em todos os lugares. Com o lançamento do terceiro (e provavelmente melhor) filme do vingador Thor , o diretor neozelandês deve receber os créditos por transformar o herói. Mas, antes disso, Taika já vem produzindo material impressionante, mas que ainda não teve o reconhecimento necessário. “A Incrível Aventura de Rick Baker”, lançado no ano passado, foi um sucesso de crítica, mas seu filme anterior é ainda mais inovador e divertido.

“O que Fazemos nas Sombras” é um tipo de documentário que mostra a vida de quatro vampiros que dividem uma casa na Nova Zelândia. Viago (Waikiki), Vladislav (Jemaime Clement), Deacon (Johnny Burgh) e Petyr (Bem Franshman) dividem com uma equipe de filmagens um pouco da sua vida pela noite, procurando por amigos e vítimas. Divertido e inesperado, com certeza vai surpreender quem assiste.

"Frank"

Michael Fassbender interpreta o esquisitão Frank nesse indie nada convencional
Divulgação
Michael Fassbender interpreta o esquisitão Frank nesse indie nada convencional

Frank ( Michael Fassbender ) é um homem um tanto problemático, que forma uma banda nada convencional. Ele vive bem com sua esquisitice não fosse a entrada de Jon (Domhnall Gleeson) em sua vida, que começa a tentar fazer com que ele seja normal. Juntos eles gravam um disco em uma casinha reclusa na Irlanda, e passam pelas mais absurdas situações, envolvendo morte, festivais de música, internet e a cabeça gigante de papel machê na qual Frank se esconde. O filme ainda conta com Maggie Gyllenhaal e é dirigido por Lenny Abrahamson, que logo depois dessa aventura maluca dirigiu “ O Quarto de Jack ”, que o levou a uma indicação ao Oscar.

"A Negociação"

Richard Gere chegou a ser indicado ao Globo de Ouro, mas
Divulgação
Richard Gere chegou a ser indicado ao Globo de Ouro, mas "A Negociação" acabou esquecido

Outro sucesso que passou batido, “A Negociação” tem grande elenco, liderado por Richard Gere , além de Susan Sarandon e Tim Roth. Nesse thriller, a vida aparentemente perfeita de um empresário começa a sair de controle quando sua amante morre em um acidente de carro, e ele se torna um dos suspeitos. Gere chegou a ser indicado a um Globo de Ouro pelo filme, mas ele acabou enterrado no período de premiação e logo caiu no esquecimento.

Leia também: Crises íntimas e de intimidade ganham relevo no delicado “Fala Comigo”

"O Verão da Minha Vida"

Divulgação
"Um verão para toda a vida" traz Steve Carell, Toni Collette e Sam Rockwell, além do estreante Liam James

Outro baita elenco, dessa vez comandado pelo estreante Liam James, muito confortável na pele do desconfortável Duncan. No filme, o menino adolescente é obrigado a passar as férias de verão numa cidade de praia com sua mãe Pam (Toni Collette) e seu novo namorado Trent ( Steve Carrell ). Entre a má relação com Trent e sua filha, a dificuldade em socializar e o estranhamento com a mãe, Duncan descobre no dono de um parque aquático Owen (Sam Rockwell) um novo amigo que o enxerga como ninguém antes se deu ao trabalho de tentar.

Escrito por Jim Rash e Nat Faxon, mesma dupla por trás de “ Os Descendentes ”, o filme ainda traz momentos divertidos e até emocionantes para seus coadjuvantes, como a vizinha inconveniente Betty (Allison Janney), e seu filho vesgo Peter (River Alexander), a funcionária do parque Caitlin (Maya Rudolph), além de divertidas participações dos dois autores.

"Os famosos e os duendes da morte"

Pérola do cinema nacional,
Divulgação
Pérola do cinema nacional, "Os famosos e os duendes da morte" passou despercebido, mas merece ser visto

Em uma cidadezinha no sul do Brasil, um menino tem aspirações de cidade grande, e o sonho de assistir um show de Bob Dylan . Entre a escola e o tempo que passa com seu amigo, ele se volta a internet para se aproximar do resto do mundo e também dividir suas angústias, sonhos, dúvidas e planos. Esse pequeno tesouro escrito por Esmir Filho e Ismael Canapelle e dirigido por Esmir, como tantos outros filmes nacionais , acaba não sobrevivendo fora dos circuitos dos festivais, mas merece atenção.

Leia também: Dos quadrinhos para o cinema: os 25 melhores filmes de heróis já feitos

"Encalhados"

Keira Knightley está surpreendentemente normal em
Divulgação
Keira Knightley está surpreendentemente normal em "Encalhados"

É mais comum vermos Keira Knightley em épicos de época, ostentando espartilhos apertados em filmes baseados em romances. Por isso, só a ideia de assistí-la em algo atual, onde interpreta uma mulher que não sabe se casa ou compra uma bicicleta, já é interessante. Soma-se a isso Sam Rockwell (olha ele aqui de novo) e Cloë Grace Moretz , e “Encalhados” é uma comédia romântica para ninguém botar defeito. O filme fala sobre amadurecimento, seja na adolescência, na fase adulta ou até mesmo na fase mais madura, além de mostrar laços de amizade que surgem da maneira mais improvável.

Leia também: A ciência afirma e provamos em 30 GIFs que George Clooney é irresistível

"Laurel Canyon - Rua das Tentações"

Christian Bale e Kate Beckinsdale formam uma casal perfeito em
Divulgação
Christian Bale e Kate Beckinsdale formam uma casal perfeito em "Laurel Canyon"

Com o elenco cheio de estrelas, é difícil acreditar que essa obra não tenha tido mais reconhecimento. Antes de ser indicada ao Oscar por “Minhas Mães e Meu Pai”, Lisa Cholodenko fez “Laurel Canyon”, sobre um casal, Sam ( Christian Bale ) e Alex (Kate Beckinsdale), prontos para formar a dupla perfeita: trabalho dos sonhos, casa dos sonhos, vida dos sonhos. Os dois, porém, tem que adiar os planos por um tempo enquanto passam uma temporada morando com a mãe de Sam, Jane (Francis McDormand). Enquanto os dois tentam resistir as tentações da vida atraente e livre que a mãe vive, Sam e Jane ainda tentam trabalhar em sua complicada relação.

"Boi Neon"

Juliano Cazarré brilha como um vaqueiro que quer ser estilista em
Divulgação
Juliano Cazarré brilha como um vaqueiro que quer ser estilista em "Boi Neon"

Iremar ( Juliano Cazarré ) trabalha em vaquejadas pelo Nordeste, mas seu sonho mesmo é se tornar um estilista. Ao lado de Galega (Maeve Jinkings) ele viaja em seu caminhão e recolhe retalhos e revistas por onde passa, trabalhando em suas peças. O filme é um belo retrato de Gabriel Mascaros, que estreia em longa metragem com uma história que equilibra a leveza e a dureza da vida na estrada, colocando em cheque muitos estereótipos de gênero.

Leia também: "É um filme gentil, em uma época nada gentil", diz Selton Mello sobre novo longa, "O Filme da Minha Vida"

"O que nós fizemos no nosso feriado"

Com Rosamund Pike e David Tennant, o filme ainda conta com uma atuação espetacular das crianças
Divulgação
Com Rosamund Pike e David Tennant, o filme ainda conta com uma atuação espetacular das crianças

O título pode levar o desavisado a acreditar que essa é uma história de “sessão da tarde”, mas quem para assistir a saga da família de Gordie (Billy Conolly) vai se surpreender. O casal Abi ( Rosamund Pike ) e Doug (David Tennant) está se separando, mas decidem não contar para ninguém quando viajam para a casa de do pai de Doug, Gorddie, para celebrar seu aniversário. Uma história de família, de amor, cheia de drama, comédia e fantasia, “O que Nós Fizemos no nosso Feriado” é cativante e tem ótimas atuações, tanto dos adultos, quanto das três crianças que interpretam os filhos do casal.

Leia também: Quais são os desafios da exportação da cultura brasileira pelo mundo?

"Um Brinde à Amizade"

Divulgação
"Um Brinde a Vida" é o melhor filme de Joe Swanberg e conta com Olivia Wilde no elenco

O diretor Joe Swanberg imprime com maestria seu estilo nesse filme: o filme é quase inteiro improvisado, e os atores sabem apenas o que deve acontecer na cena. Sendo assim, Jake Johnson e Olivia Wilde imprimem um nível de realismo em seus personagens que faz desse filme ótimo e difícil de assistir ao mesmo tempo. Os dois interpretam dois amigos que trabalham em uma cervejaria e estão em relacionamentos distintos. Porém, como amigos do trabalho, e sempre bebendo muita cerveja, eles navegam por essa linha invisível da amizade, sem poder ultrapassá-la. Anna Kendrick e Ron Livingston completam o elenco desse filme que de tão realista, e quase impossível não se relacionar com pelo menos um traço dos personagens. Com certeza um dos melhores filmes de Swanberg.

Leia também: Lista: Cineastas consagrados elegem os melhores filmes da história do cinema

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.