Tamanho do texto

Com música na trilha de "Malhação", Silva começa a ir em programas de TV, vê seu público aumentar e fala com tranquilidade sobre sua sexualidade

Silva vem crescendo e conquistando a cada dia mais fãs em sua curta carreira de cantor. O capixaba de 28 anos, que apesar da agenda concentrada no eixo Rio-SP ainda prefere morar com os pais em Vitória (ES), teve um bom 2016, divulgando o álbum "Júpiter" e lançando agora "Silva Canta Marisa", com releituras de grandes sucessos de Marisa Monte, como “Ainda Lembro”, “Infinito Particular", “Beija Eu” e “Eu Sei (Na Mira)”, além da faixa “Noturna”, na qual solta a voz com a cantora.

Leia mais:  Silva faz ménage ao ar livre em novo clipe

Silva vem ficando mais conhecido a cada dia
Reprodução/Instagram
Silva vem ficando mais conhecido a cada dia



Com a mesma simpatia que encanta nos palcos em que se apresenta, Lúcio  Silva  deu esta entrevista exclusiva ao iG para falar do novo trabalho e da carreira . A sexualidade , que despertava especulações e causou furor em maio com o lançamento do clipe " Feliz e Ponto " - no qual  beija e troca carinhos com um homem e uma mulher  - também não ficou de fora da conversa.

Leia mais: Estrela emergente, Allie X fala sobre fãs brasileiros: "Não sei por que me amam"

"Silva Canta Marisa"

Marisa Monte e Silva: parceria
Reprodução/Facebook
Marisa Monte e Silva: parceria


"Eu e a Marisa Monte começamos a ter contato em agosto do ano passado. Ela soube que eu fiz um programa ("Versões") para o Canal Bis com versões dela e me mandou um email agradecendo, dizendo para procurá-la quando fosse ao Rio de Janeiro. Achei estranho o email, mas não achei que era trote porque dizia que o marido, Diogo (Pires ), mostrou para ela. Aquilo foi incrível para mim, já tinha vontade de gravar, mas não sabia como chegar nela. Três semanas depois, fui à casa da Marisa e fizemos as músicas", explica o cantor, fã da cantora desde os 12 anos.

Marisaparticipa de uma das faixas do novo CD
Reprodução/Instagram
Marisaparticipa de uma das faixas do novo CD

Ele diz como foi a vivência dos dois. "Ela gosta de se envolver, ter contato e uma relação com o trabalho. Nos conhecemos mais de perto e eu passei a gostar da Marisa ainda mais quando nos aproximamos. Foi aí que eu achei que valia muito a pena fazer um registro dessas canções e decidi que gravaria um álbum mesmo. E ela acabou participando", comemora.

A escolha do repertório - são 12 faixas, sendo uma inédita, lançadas pelo selo Slap, da Som Livre - não foi fácil. "Todas as músicas que estão no disco são especiais para mim. Foi difícil escolher, várias não entraram. Todas as versões que estão no álbum ganharam a minha cara, e esse foi o meu parâmetro para selecionar as músicas. Tudo no disco foi muito bem pensado", ressalta.

Leia mais:  As Bahias e a Cozinha Mineira comemora sucesso em 2016: "Foi uma loucura"

 Álbuns

O primeiro EP, " SILVA ", com cinco faixas, saiu em 2011.  Em seguida veio o CD " Claridão ", em 2012 e, de lá para cá, saíram também " Vista pro Mar " (2014), " Júpiter " (2015), além do atual trabalho - cujo primeiro show acontece no próximo sábado (17), às 21h30, no Sesc Pompeia, em São Paulo. Os ingressos já estão esgotados. Silva analisa sua evolução em cada álbum.

O novo trabalho de Silva
Reprodução/Instagram
O novo trabalho de Silva

"Eu sempre fui muito sincero e cada trabalho tem a ver com a fase que estou vivendo. Como eu me produzo, cada disco é uma experiência muito pessoal. No 'Claridão' eu tinha 22 anos, era mais viajante e não tinha experiência com relacionamentos. Quando veio 'Vista pro Mar' eu estava mais solar. 'Júpiter' foi em uma fase mais namoradeira, eu falava de amor. Nesse álbum com a Marisa, eu quis sair um pouco da minha onda, dos vocais com bastante efeitos e várias dobras e fazer um disco mais cru, mais milimalista", detalha.

Carreira

Ir parar nos palcos não era prioridade para o rapaz, que se diz "quieto, não tímido". "Sempre fui músico. Tenho muitos amigos que dizem que querem ser cantores desde os 10 anos, mas eu não tinha esse sonho. Cantar em público era um problema. Só quando eu morei fora (ele viveu um período na Europa) comecei a fazer minhas primeiras músicas e a criar um pouco mais de coragem para gravar. Hoje me dá muito prazer, é até engraçado pensar que eu não acreditava nisso!".

"Dancinhas"

Silva no palco
Reprodução/Instagram
Silva no palco

Ao tomar consciência que ficaria sozinho no palco com eventualmente sua banda ao fundo, uma nova questão surgiu: que movimentos fazer? "Em festas eu danço tranquilamente, mas no palco para mim era aterrorizante mexer a perna! Procurei ajuda para vencer essa timidez corporal e achei um professor de dança contemporânea, o Gil Mendes , que ia em casa umas duas vezes por semana. Ele me fez dançar até salsa, foi super divertido".

O método foi dando resultado. "Ele pedia para eu dançar e começou a tentar mapear os meus trejeitos. Mostrei como dançaria em uma balada e comecei a ter mais consciência das minhas dancinhas intuitivas. Não vou dizer que o que danço é isso, mas gosto muito de rap e hip hop", conta Silva.

Sexualidade

Silva no clipe
Reprodução
Silva no clipe "Feliz e Ponto"


Este ano os holofotes se viraram para o cantor ao lançar o clipe da música "Feliz e Ponto", que está na trilha sonora de "Malhação - Pro Dia Nascer Feliz". As imagens de Silva nu e em clima quente com um homem e uma mulher causaram frisson. "Acho que 99% dos cantores não teriam coragem de fazer um clipe desses. Depois dele as pessoas começaram a me enxergar de outra forma, houve um assédio maior e acho incrível que as pessoas não tenham vergonha de me abordar", diz.


Ele explica o que o levou a se expor. "O clipe tem muito a ver com o que eu penso. Fico impressionado como em 2016 essas questões sexuais não evoluíram tanto quanto eu gostaria. Vejo muito preconceito. Colocam tudo muito em prateleira: lésbica, gay, hétero... Nada contra quem só gosta de homem ou de mulher, tudo bem. Mas na vida todo mundo tem que tentar tudo antes de dizer do que gosta. As pessoas podem se permitir qualquer coisa,  esse é o jeito que eu penso. Quis mostrar isso com carinho e tomei cuidado para não ser vulgar".

Silva aproveita o carinho da mãe, dona Lecy
Reprodução/Instagram
Silva aproveita o carinho da mãe, dona Lecy

Silva revela como os parentes lidaram com as cenas que viram. "O fato de minha família ser toda protestante e de eu ter morado fora um tempo me travava um pouco. Foi super difícil, mas fiz 28 anos e senti que estava na hora. Eles já sabiam quem eu namorava, quem eu pegava ou não, só que o meio em que eu fui criado não sabia, foi chocante para eles. Mas foi necessário, não só para a minha carreira, mas para as pessoas me conhecerem. Antes, como ninguém sabia nada de mim, havia uma curiosidade em torno disso", diz, com a tranquilidade de quem está bem resolvido sobre o tema. "Tenho amigos que tem conflitos com isso, tem a ver com o tempo", observa Silva, que está solteiro desde março deste ano.

Shows

A agenda de Silva anda cada vez mais apertada. "Fico muito feliz de viajar o Brasil, tem pessoas que vão me seguindo por aí. No meu primeiro show em Salvador, há quatro anos, tinham menos de 100 pessoas, o último estava lotado". Ir para a TV, como fez na última terça-feira (6) cantando no "Encontro com Fátima Bernardes", pode se tornar uma constante. "Para você alcancar um público realmente muito grande e misto, a TV e o rádio ainda são muito importantes. Tem que divulgar o trabalho e, se aparecer a oportunidade, eu vou".

Silva esteve no 'Encontro com Fátima Bernardes'
Reprodução/Facebook
Silva esteve no 'Encontro com Fátima Bernardes'

Outras parcerias podem surgir e até uma mudança de apartamento, para ficar mais fácil fazer seus shows. "Já gravei muita coisa com medalhões da música, como Gal ( Costa, com quem fez turnê) e Lulu ( Santos , na música "Noite") ano passado, produzi uma faixa para o disco do Tom Zé ("Vira Lata na Via Láctea")... Como eu não moro em São Paulo nem no Rio, fico de fora da galera contemporânea, da geração mais nova. Quando eu me mudar acho que vai ser legal, quero tentar parcerias".

Ouça todas as faixas de "Silva Canta Marisa":




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas