Tamanho do texto

O filme que gerou polêmica por sua indicação ao Oscar está em 5º lugar de faturamento nas bilheterias do país; Crítica elogia a produção

“Pequeno Segredo” – o filme escolhido para representar o Brasil na corrida pelo Oscar em 2017 – dividiu o público e as críticas desde antes de seu lançamento. Há cerca de uma semana em cartaz, o título está na 5ª colocação nas bilheterias do país – atrás de "Doutor Estranho", “Trolls”, “Horizonte Profundo – Desastre no Golfo” e “A Garota no Trem” – e já arrecadou quase R$ 1 milhão desde sua estreia, no último dia 10.

                Leia mais:  Ancine distribui R$ 30 milhões para novos filmes de produção independente


Divulgação
"Pequeno Segredo" irá representar o Brasil no Oscar e está ganhando a crítica internacional.


Produção

Coprodução entre Brasil e Nova Zelândia, “ Pequeno Segredo ” conta a história da pequena Kat, irmã adotiva do diretor David Schurmann – que, em entrevista à Variety , comentou a história. “Sempre que conto sobre a vida de Kat para as pessoas, elas dizem que é algo inacreditável, que deveria ser um filme". A garota foi adotada ainda pequena e seus pais, Heloisa e Vilfredo Schurmann , esconderam sua condição durante anos – ela era portadora do vírus HIV. Kat faleceu aos 13 anos por complicações da doença, mas marcou a vida de todos ao seu redor e foi a inspiração para David criar o filme. Confira abaixo o trailer do longa:


O elenco conta com Julia Lemmertz no papel de Heloisa, Marcello Antony como Vilfredo e a irlandêsa Fionnula Flanagan – que já participou das séries “Lost” e “Law & Order” – como Bárbara, a avó biológica de Kat, mãe de Robert – que, juntamente com Jeanne, deram à luz a menina. A equipe do longa-metragem contou, ainda, com a fotografia de Inti Briones , direção de arte de Brigitte Broch , vencedora de um Oscar por “Moulin Rouge”, e roteiro de Marcos Bernstein .

                Leia mais:  Animais Fantásticos e Onde Habitam" usa magia para falar de temas sérios

Polêmica e repercussão

Em setembro deste ano foi anunciado que “Pequeno Segredo” iria concorrer ao Oscar na categoria de Melhor Filme de Língua Estrangeira, desbancando o favorito “ Aquarius ”, do diretor Kléber Mendonça Filho - o mesmo de “ O Som ao Redor ”. Acredita-se que a escolha do filme tenha sido política pois, no Festival de Cannes, Kléber e o elenco da produção manifestaram-se contra o processo de impeachment que estava em curso no Brasil.

Crítico e membro da academia que seleciona os concorrentes da premiação, Marcus Petrucelli  fez comentários negativos sobre o incidente em redes sociais e, por isso, a teoria de que “Aquarius” teria ficado de fora devido ao posicionamento dos atores e do diretor. Foi a partir disso que “Pequeno Segredo” passou a ser fortemente criticado tanto por parte do público quanto pela crítica.

                Leia mais:  Renato Aragão volta ao cinema com adaptação de "Os Saltimbancos Trapalhões"

O filme alcançou projeção internacional e foi o objeto de análises de diversos veículos de outros países. A Variety publicou uma entrevista com o diretor David Shurmann falando sobre sua motivação e como estava sendo a produção do longa. “Vamos mostrar como a esperança, os sonhos e o destino podem unir pessoas de diferentes partes do mundo” disse ele.

O portal The Wrap também conversou com o diretor e com Fionnula Flanagan sobre o filme. O site oficial do Globo de Ouro publicou uma resenha – em tom favorável e elogioso – de “Pequeno Segredo”. Outros veículos, como o Deadline – que, inclusive, relembrou o caso envolvendo o “concorrente” da vaga brasileira –, também comentaram o filme e sua indicação para o maior prêmio de cinema do mundo. Isso é um reflexo de como o trabalho de Schurmann conquistou a crítica internacional.

A crítica brasileira não foi unânime nos pareceres sobre " Pequeno Segredo " – que sofreu em quesitos como o ritmo das cenas, o andamento da história e o excesso de dramaticidade, além de contar a história de uma forma que não "faria jus à riqueza cultural do país". Entretanto, certas qualidades não deixaram de ser exaltadas, como a fotografia e a atuação do elenco.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.