Tamanho do texto

Ao jornal The New York Times, o empresário de Cohen disse que cantor caiu na noite em que morreu; morte foi "repentina, inesperada e pacífica"

Seis dias após o anúncio da morte de Leonard Cohen , na última sexta-feira (11), o empresário do cantor confirmou ao jornal  The New York Times nesta quinta-feira (17) que ele morreu dormindo após ter caído em sua casa em Los Angeles, nos EUA. O músico tinha 82 anos.

Leia mais: Morre aos 82 anos o músico Leonard Cohen

Leonard Cohen morreu em 7 de novembro, aos 82 anos; empresário disse que o cantor morreu dormindo
Divulgação
Leonard Cohen morreu em 7 de novembro, aos 82 anos; empresário disse que o cantor morreu dormindo

Em entrevista ao jornal, Robert B. Kory afirmou que Leonard Cohen morreu na noite de 7 de novembro, mas o anúncio só foi feito pela família quatro dias depois. "A morte dele foi repentina, inesperada e pacífica", disse Kory.

A causa da morte do cantor ainda não foi confirmada, mas ele estava lutando contra um câncer há alguns meses. A apresentadora Chris Douridas, de uma rádio da Califórnia, afirmou que Cohen aparentava cansaço e mostrou dificuldades para se sentar em uma cadeira durante a última entrevista que fez com ele, em outubro. A jornalista também falou que recebeu uma resposta automática para alguns e-mails que mandou para o artista, o que a preocupou. "Isso me mostrou que ele estava se desligando do mundo digital", disse.

Leia mais: Projeto musical reúne 50 músicas inéditas contra Donald Trump; ouça

Entretanto, isso não impediu que ele continuasse trabalhando. "Ele queria usar seu tempo sendo o mais produtivo possível para que ele pudesse terminar o trabalho em que era tão bom e ao qual era tão devoto", disse o produtor Patrick Leonard, que trabalhou com o músico no álbum "You Want It Darker", seu último, lançado em outubro.

Depois de terminar o disco, Cohen passou a trabalhar em outros dois projetos musicais e um livro de poesias. O cantor e Patrick Leonard estavam produzindo um álbum com canções inspiradas em músicas antigas de R&B quando ele morreu.

Legado

A morte de Cohen foi anunciada por sua gravadora através do Facebook na madrugada da última sexta-feira (11). Conhecido por hits como "Hallelujah", o músico lançou 14 álbuns de estúdio entre 1967 e 2016.

Leia mais: Lista de artistas mortos mais rentáveis tem Michael Jackson, Prince e Bowie

Além de discos, Leonard Cohen também fez carreira na literatura. O artista lançou 13 livros de poemas, sendo o mais recente "Fifteen Poems", de 2012. Ele também escreveu dois romances: "The Favorite Game", de 1963, e "Beautiful Losers", em 1966.

    Leia tudo sobre: músicas