Tamanho do texto

A atriz e o diretor, que está de volta aos palcos como ator, dão entrevista exclusiva à TViG sobre o espetáculo "33 Variações", em cartaz em São Paulo

Nathalia Timberg e Wolf Maya falaram com exclusividade à TViG sobre a peça "33 Variações", em cartaz até 11 de dezembro no teatro Nair Bello, em São Paulo. A montagem cruza a história da pesquisadora Katherine Brandt (personagem de Nathalia), que tenta descobrir no século XX o que levou Beethoven (interpretado por Wolf) a fazer 33 variações da valsa, considerada medíocre, do compositor austríaco Anton Diabelli no século XIX.

Leia mais: Lu Grimaldi interpreta arquivista de Beethoven na peça "33 Variações"


O espetáculo estreou em janeiro, inaugurando o Teatro  Nathalia Timberg , construído por  Wolf Maya  no Rio de Janeiro. "Nós procurávamos um texto para abrir o teatro e ela me apresentou ' 33 Variações ', que eu sabia que era sucesso, mas não tinha visto na Broadway há 10 anos, quando foi estrelado pela Jane Fonda", diz o diretor. A atriz explica a escolha. "Eu achei que não era mais uma peça, era uma peça que tinha a dimensão da estreia de um teatro. Tem uma proposta especial e ainda a condição de se dirigir a dois públicos: ao do teatro e ao de música".

Leia mais:  Alessandra Maestrini volta aos palcos e fala sobre direitos das mulheres

Nathalia Timberg e Wolf Maya em cena
Reprodução
Nathalia Timberg e Wolf Maya em cena

Wolf fala da parceria com a atriz. "Foi um projeto de encontro: da estreia do teatro Nathalia Timberg, do diretor e da atriz que se relacionam e criam juntos há mais de30 anos e do amigo e da amiga". Afastado da atuação nos palcos "há muitos anos", ele interpreta o protagonista a pedido de Nathalia. "O Wolf tem um nível de criatividade que esse texto precisava, quando li pensei imediatamente nele dirigindo. E quando ele se dispôs a fazer o Beethoven foi um presente total", vibra a atriz. 

Leia mais: Sesc Pompeia celebra mulheres negras em programação especial

Para as apresentações em São Paulo, foram necessárias algumas adaptações. "Nós precisamos adaptar o (teatro) Nair Bello. Essa peça precisava de elevadores, palco giratório, espaço cênico, e os teatros no Brasil, exceto alguns construídos para tal, não tem essa estrutura. A gente precisava que o público gostasse e ele tem nos aplaudido muito, tem valido a pena por isso", conta o diretor.

Nathalia Timberg na peça '33 Variações'
Reprodução/Instagram
Nathalia Timberg na peça '33 Variações'



Saída da Globo

Wolf Maya aproveitou para falar também como anda sua relação atualmente com a Rede Globo.  "Em 35 anos fiz 32 novelas, 4 minisséries e 6 seriados, entrei lá com 24 anos, sou cria da Globo. Não saí, continuo vinculado, só reformulei o meu contrato. Não estou disposto nem apto a enfrentar a loucura de uma telenovela, 20 horas de trabalho por dia", afirma.

Wolf Maya fala sobre a montagem e situação com a Globo
Reprodução/TViG
Wolf Maya fala sobre a montagem e situação com a Globo

Wolf diz estar feliz com sua trajetória na TV. "Tenho o maior orgulho do Padrão Globo de Qualidade que ajudei a criar"."Passei a ser um conselheiro de telenovela. Leio projetos, troco ideias. Fizemos um acerto entre a Central Globo de Produção e a Escola de Atores Wolf Maya, servindo como ninho de treinamento de atores, oferecendo profissionais. A emissora está gravando 'Rock Story' no teatro Nathalia Timberg e nós estamos treinando 20 atores da Amazônia para um seriado".

Assista o que Wolf Maya disse sobre a Globo: 


Serviço

"33 Variações"
Com Nathalia Timberg, Wolf Maya e Lu Grimaldi
Quando: Sextas-feiras e sábados às 21h, e domingos às 19h, até 11 de dezembro
Onde: Teatro Nair Bello (R. Frei Caneca, 569 - Consolação, São Paulo)
Quanto: de R$ 60 a R$ 120