Tamanho do texto

Brendan Dassey, um dos personagens do documentário da Netflix, terá sua pena de prisão perpétua revertida; promotoria pretende entrar com recurso

Brendan Dassey, um dos personagens da série documental da Netflix " Making a Murderer ", deverá sair da prisão nas próximas semanas. Um juiz americano ordenou nessa segunda-feira (14) a soltura do americano.

Leia mais: Documentário da Netflix conta história de estudante acusada de assassinato

Brendan Dassey, personagem de
Reprodução
Brendan Dassey, personagem de "Making a Murderer", será libertado da prisão

O caso de Dassey e de seu tio, Steven Avery, foi contado em "Making a Murderer", série que fez sucesso no ano passado. A produção mostra uma suposta investigação simulada do assassinato da fotógrafa Teresa Halbach, aos 25 anos, em 2005. Dassey e Avery foram condenados à prisão perpétua pelo crime, mas a série dá a entender que eles são inocentes.

A ordem de soltura foi feita pelo juiz federal William Duffin, do estado americano do Wisconsin. O procurador-geral do estado, Brad Schimel, confirmou que entrará com um recurso para tentar reverter a decisão.

Leia mais: "Gilmore Girls" e outras séries originais para assistir em novembro na Netflix

Duffin foi o mesmo juiz que reverteu a pena de Dassey, em agosto, alegando que a confissão do rapaz foi forçada por policiais. Ele ainda afirmou que os policiais fizeram falsas promessas ao suspeito e se aproveitaram de sua juventude e da ausência de adulto durante o depoimento.

Sucesso na Netflix

A história de Steven Avery e Brendan Dassey foi contada na Netflix pelas diretoras Laura Ricciardi e Moira Demos. Em 10 episódios, elas remontaram a investigação policial e levantaram pontos suspeitos em toda a narrativa.

Leia mais: Chris Rock fecha acordo recorde com a Netflix e receberá US$ 40 milhões

O documentário fez sucesso em todo o mundo e gerou muita comoção. Uma petição com 128 mil assinaturas foi entregue à Casa Branca pedindo para Avery e Dassey fossem perdoados. Na época, o governador do Wisconsin, Scott Walker, afirmou que um perdão para eles estava fora de cogitação.

Leia mais: "Nada supera a história de uma pessoa real", diz chefe de documentários da HBO

A produtora anunciou em junho que  "Making a Murderer" terá uma nova temporada, mas ainda não confirmou a data de estreia da série. Os novos episódios deverão focar nos desdobramentos da condenação de Avery e Dassey.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.