Tamanho do texto

Co-diretor do Bataclan afirmou que a banda, que tocava na noite do massacre, não se apresentará mais no teatro: "Decidi assim", afirmou

A banda norte-americana Eagles of Death Metal , que se apresentava no Bataclan , em Paris, quando aconteceram os atentados de 13 de novembro de 2015, não é mais bem-vinda na casa de espetáculos.

Leia mais: Sting fará show no Bataclan um ano após ataques terroristas em Paris

O Eagles of Death Metal tocava no Bataclan, em Paris, durante massacre que matou 89 pessoas no teatro
Reprodução
O Eagles of Death Metal tocava no Bataclan, em Paris, durante massacre que matou 89 pessoas no teatro

Em entrevista à rádio France Info , o co-diretor do teatro, Jules Frutos, disse que não quer ver o Eagles of Death Metal  novamente em seu palco. "Eles não passarão pelo Bataclan, decidi assim", declarou o executivo.

O motivo para o veto ao grupo é a postura do vocalista e guitarrista da banda, Jesse Hughes, após os ataques que mataram 130 pessoas em Paris. No início de março deste ano, o líder dabanda afirmou que o atentado havia sido preparado dentro da casa de espetáculos e levantou suspeitas sobre as forças de segurança.

Leia mais: Músico do Eagles of Death Metal revela massacre no camarim em ataque em Paris

Além disso, garantiu ter visto "muçulmanos festejando pelas ruas durante os ataques, em tempo real". "Me lembro deles enquanto olhavam o meu amigo. Considerei que se tratava de inveja dos árabes [em relação aos norte-americanos]", disse na ocasião. Após uma avalanche de reações indignadas, Hughes pediu desculpas pelas frases.

Reabertura

O Bataclan será reaberto neste sábado (12), com um show do britânico Sting, mas o grupo não estarão presentes. Entretanto, a banda deve participar, neste domingo (13), de uma cerimônia em frente à casa de espetáculos pelo aniversário de um ano dos ataques.

O massacre no Bataclan deixou 89 mortos e contribuiu com a maior parte das 130 vítimas dos atentados de 13 de novembro, que também atingiram bares e restaurantes dos 10º e 11º arrondissements de Paris e o Stade de France, nos arredores da capital.

Leia mais: Pastor culpa fãs de death metal por atentados em Paris

Os ataques foram reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que é combatido pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, da qual a França é uma das integrantes mais ativas.

Formado por Jesse Hughes e Josh Homme (Queens of the Stone Age), o Eagles of Death Metal lançou em 2015 o álbum "Zipper Down", seu mais recente. A banda passou pelo Brasil neste ano como atração do Lollapalooza Brasil.

    Leia tudo sobre: músicas

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.