Tamanho do texto

Banda alemã se apresentaria em Buenos Aires em novembro, mas lei que proíbe shows de música eletrônica pode fazer o evento ser cancelado

O show do Kraftwerk em Buenos Aires, na Argentina, foi proibido por causa de uma lei que impede concertos de música eletrônica na cidade. De acordo com o jornal  Clarín , a determinação diz que a capital do país não pode receber shows de bandas que tenham sintetizadores ou samplers como seus instrumentos principais.

Leia mais: Justin Bieber fará show extra em São Paulo

Show do Kraftwerk em Buenos Aires corre risco de cancelamento por lei que proíbe eventos de música eletrônica na cidade
Divulgação
Show do Kraftwerk em Buenos Aires corre risco de cancelamento por lei que proíbe eventos de música eletrônica na cidade

Ao jornal argentino, a produtora Move Concerts garantiu que tentou argumentar com a prefeitura da cidade, dizendo que o Kraftwerk não é uma banda de música. O argumento, entretanto, não surtiu efeito e o show corre o risco de ser cancelado.

Leia mais: Homem morre após passar mal no Tomorrowland Brasil

A polêmica começou em junho, quando a produtora entrou com um pedido para começar a vender os ingressos para o show, que aconteceria em 23 de novembro. A solicitação foi aceita pela prefeitura, mas a empresa foi notificada há cerca de duas semanas que a apresentação seria proibida. Na época, cerca de 70% das entradas já tinham sido vendidas.

Lei contra a música eletrônica

O show do grupo alemão em Buenos Aires foi proibido com base em uma lei aprovada em abril, que impedia a realização de eventos e festivais que tivessem bandas cujos instrumentos principais fossem sintetizadores ou samplers em Buenos Aires.

A determinação veio depois de uma tragédia no festival de música eletrônica Time Warp, em abril, quando cinco jovens morreram de overdose. No mesmo mês, os organizadores do evento chegaram a ser presos. A lei contra a música eletrônica na cidade é válida por tempo indeterminado.

Leia mais: Pelo menos cinco morrem na Argentina após festival de música eletrônica

A produtora Move Concerts entrou com um recurso na Justiça argentina para tentar reverter a decisão e aguarda uma resposta. Entretanto, os produtores afirmaram que o show do Kraftwerk acontecerá de qualquer forma: caso a proibição seja mantida, a apresentação será levada para uma outra província do país. Além da Argentina, a banda alemã também toca na Cidade do México e em Santiago, no Chile. O Brasil, que recebeu o grupo pela última vez em 2013, ficou de fora da turnê pela América Latina.

    Leia tudo sobre: músicas