Tamanho do texto

Com mais de 30 anos de carreira, Madonna foi eleita a mulher do ano, não só pelo seu talento, mas também por usar sua influência em causas sociais

Conhecida como a Rainha do Pop , a cantora, compositora, dançarina e produtora norte-americana Madonna, foi eleita pela Billboard como a Mulher do Ano nesta sexta feira (14). Ela receberá o prêmio durante a 11º edição do evento Billboard Mulheres na Música, que acontece em Nova York no dia 9 de dezembro.

Madonna foi eleita A Mulher do Ano pela Billboard
AP
Madonna foi eleita A Mulher do Ano pela Billboard



Leia mais:  No aniversário de Madonna, selecionamos uma música por álbum da rainha do pop

Madonna bateu o recorde com a sua turnê de “Rebel Heart” que foi considerada a mais rentável de uma artista mulher: ela arrecadou U$$ 170 milhões e vendeu mais de 1 milhão de ingressos durante seus 82 shows, segundo a revista. A presidente e chefe do comitê criativo do grupo The Hollywood Reporter-Billboard afirmou que a artista é uma das poucas que a influência transcende a música. “Com sua visão criativa, inovação e dedicação às causas filantrópicas, é uma inspiração para milhares de pessoas em todo o mundo, ao mesmo tempo em que vende álbuns. É uma feminista importante, uma artista que usou sua influência para mudar as conversas sobre mulheres, sexualidade e igualdade de direitos”, afirma.

Sua turnê, que iniciou no segundo semestre de 2015 no Canadá, foi regada de muitas polêmicas – o que já se é esperado da cantora. Madonna se vestiu de freira e dançou no pole dance ao lado de outras dançarinas, criou uma versão sensual da Santa Ceia em Holy Water – em que ela mesma era o prato principal - e até mesmo simulou cenas de sexo no palco. Por toda essa coreografia, a cantora foi impedida de apresentar esta música e Ironic em Singapura, pois para as leis locais é proibido subverter símbolos religiosos. Em março, a turnê foi encerrada, mas Madonna já anunciou que em breve irá lançar o DVD de “Rebel Heart Tour”.

It's Showtime Bitches!!!!!🎉🎉🎉🎉🎉. Coming Soon ❤️#rebelheart 💃🏻🎤🎼👑

A video posted by Madonna (@madonna) on









Leia mais:  Disputa judicial pela guarda do filho vira guerra entre Madonna e Guy Ritchie

Mesmo com a sua vida pessoal nos holofotes, como foi o caso do relacionamento com os seus filhos sendo exposto pela mídia nos últimos tempos, a cantora se sobressai em relação às suas crises e domina completamente a sua carreira. A rainha do pop tem o maior número de discos vendidos de todos os tempos. Ela ficou oito vezes na primeira posição da lista de álbuns da Billboard 200 e doze vezes os seus singles ocuparam a primeira posição da Billboard Hot 100.

Além disso, Madonna também protagoniza uma mudança significativa no mundo. Ela é a fundadora do "Raising Malawai", uma organização que apoia os órfãos e crianças em situações de vulnerabilidade no Malawai através da saúde, educação e apoio comunitário. A cantora já realizou eventos para angariar fundos para a ONG e está com projetos para construir a primeira unidade cirurgica pediátrica e de cuidados intensivos, o que irá melhorar o atendimento às crianças no país, que se apresenta como uma das regiões mais pobres do continente africano. A unidade foi nomeada como Mercy James, o mesmo nome de uma das filhas adotivas da cantora, e tem previsão para ficar pronta em 2017.

Leia mais:  Madonna, Beyoncé, Kim Kardashian e outros famosos lamentam atentado em Orlando

Vencedora de sete Grammy Awards, a Rainha do Pop segue atualmente fazendo campanha política nas suas redes sociais, sempre explicitando suas opiniões diante do cenário norte-americano. A Mulher do Ano já demonstrou diversas vezes apoio à candidata democrata Hillary Clinton, que enfrenta agora em novembro as eleições para a presidência dos Estados Unidos. Abertamente feminista, Madonna escreveu: “Mulheres mandam no mundo. Agora, elas tem que sair e apoiar umas às outras. Sem mais misoginia feministas! Sem mais misoginia! Saia e vote!”.









B*#*HES I Am In Her GANG! 🎉👍🏻🙋🇺🇸

A photo posted by Madonna (@madonna) on








Dona de performances memoráveis como o seu tributo para Prince ao lado de Stevie Wonder no Billboard Music Awards 2016, artista que esboça suas opiniões sem receios, como fez no Met Gala em maio deste ano, ou pela sua participação filantrópica intercontinental, Madonna definitivamente é A Mulher do Ano e uma força inegável da cultura pop mundial.

Leia mais: Madonna expõe seios de fã menor de idade durante show e causa polêmica

Confira "Bitch, I'm Madonna" do seu último álbum: 



    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.